Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Homem é detido após 'furar' bloqueio e atingir policial militar

Fuga terminou quando a PM atirou no pneu do veículo

| ACidadeON/Araraquara

Jovem é detido após 'furar' bloqueio e atingir policial militar
Um homem, de 33 anos, foi detido pela Polícia Militar de Araraquara após furar um bloqueio e atingir um policial, nesta quarta-feira (13), no Jardim Roberto Selmi Dei, região Norte da cidade.

De acordo com o boletim de ocorrência, o rapaz seguia pela Rua Mauricio Galli, em um Toyota Corolla, e ao se deparar com 19 policiais fazendo bloqueio na via por causa da "Operação São Paulo Mais Segura" teria desobedecido o sinal de parada e fugido. Um policial tentou se posicionar na frente do veículo, porém, sem sucesso. O motorista teria acelerado e o policial precisou desviar do carro, sendo atingido na perna e no braço.  
 
Jovem é detido após 'furar' bloqueio e atingir policial militar
O suspeito ainda fugiu em direção ao centro da cidade em alta velocidade, desrespeitado as paradas obrigatórias e os semáforos vermelhos. Somente na Rua São Bento (Rua 3), um dos policiais efetuou um disparo com sua arma atingindo o pneu traseiro do carro, que acabou parando na Via Expressa.

Os policiais realizaram a abordagem do rapaz e da passageira, de 28 anos, e vistoriaram o veículo. No carro foram encontradas cinco bitucas de cigarro de maconha. À Polícia o homem disse que fugiu por não ter documentos e também possuir passagens por tráfico de drogas. 

Os dois ocupantes do veículo foram levados ao 3º Distrito Policial de Araraquara onde o delegado arbitrou fiança de R$ 1 mil, que foi paga, e o rapaz liberado.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também