Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Economia

Ambulantes apostam na Facira para aumentar faturamento

36 pessoas ocupam área em frente ao Gigantão com barracas de doces, lanches, bebidas e brinquedos infantis

| ACidadeON/Araraquara

Barracas são montadas na entrada da feira, em frente ao Gigantão. (Foto: Walter Strozzi/ACidade ON)


Trinta e seis ambulantes trabalham na parte externa da Facira 2019. São cinco dias em que os comerciantes esperam que o movimento da feira ajude a aumentar o faturamento.  

É o caso do Alex Natalino, vendedor de bebidas. Ele já trabalhou na Facira outras vezes, e afirma que o lucro nesse período dobra em dias normais.  

"A Facira é de bom tamanho pra gente, nós gostamos muito e trabalha pelo pessoal que gosta. E aqui é o melhor lugar pra gente vender bebida, tem um público legal, divertido e assim vai indo".  

Já o Elson de Santana mora em Araraquara, mas não conhecia a Facira. Este ano ele está visitando a feira pela primeira vez e trabalhando como vendedor de cachorro-quente.  

No seu primeiro contato não ficou muito otimista com as vendas. "O primeiro dia foi bem fraquinho, então a expectativa está sendo de hoje [ontem] em diante. Agora vamos ver como vai ser. Pra falar em lucro eu vou deixar para fazer o abate depois, mas eu não tenho nem ideia, porque é o primeiro ano que eu estou vindo trabalhar".   

Elson de Santana é estreante na Facira 2019. (Foto: Walter Strozzi/ACidade ON)

Porém, segunda a experiente dona Dilma de Motta, o Elson pode ficar tranquilo. Ela vende doce há 30 anos na Facira e explica que a curiosidade do público mostra que a venda desse ano será boa. 

"O povo está vindo, perguntando bastante sobre que horas vai abrir, então a gente já percebe que vai ser boa".  

E dona Dilma afirma que festa na cidade é para todo mundo - para quem se diverte e, principalmente, para quem trabalha. "Quanto mais gente tiver na cidade é melhor, porque temos que pagar alvará, então temos que trabalhar para poder girar o dinheiro", finaliza.  

Dilma de Motta vende doces em uma barraca na Facira. (Foto: Walter Strozzi)


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON