Aguarde...

Economia

Araraquara tem baixa de 471 carteiras de trabalho em março

Comércio foi o que mais demitiu trabalhadores no período, com 293 pessoas dispensadas; saldo ruim rompe período de seis meses de geração de emprego

| ACidadeON/Araraquara

 Indústria foi o setor que mais contratou em Ribeirão PIndústria foi o setor que mais contratou em Ribeirão P

Comércio é o setor com mais demissões (Foto: Agência Brasil)


Araraquara encerrou o mês de março com saldo negativo na geração de empregos formais.  

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que 471 pessoas perderam o emprego e não foram realocadas em novos postos de trabalho no período.  

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (28), pelo Ministério da Economia. Foram 2.236 admissões contra 2.707 demissões no período. 

O número negativo rompe um período de seis meses seguidos de saldo positivo de geração de emprego na cidade.

Praticamente todos os setores da economia tiveram saldo negativo em Araraquara. O setor do comércio foi o que mais demitiu, foram 293 pessoas dispensadas.  

Na sequência vêm serviços com 184 demitidos; agropecuária, com 94 e indústria, com 39. A construção civil foi a que mais contratou no período. Foram 103 novas carteiras assinadas.

Entre os demitidos, a maioria é mulheres, com 264 demissões. Já os homens responderam por 207 baixas em carteiras de trabalho.  

Trabalhadores entre 40 e 49 anos foram os mais dispensados, com 191 novos postos de trabalho. Na sequência, aparecem profissionais de 18 a 24 anos, com 93 demissões


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON