Publicidade

lazerecultura

Território da Arte começa neste domingo (08) em Araraquara

A 19º edição do evento apresenta o tema À Procura da Muyrakytã, sob curadoria do artista Lauro Monteiro

| ACidadeON/Araraquara -

 

Lauro Monteiro é curador do 19º Território da Arte de Araraquara (Foto: Arquivo pessoal)

A 19º edição do Território da Arte de Araraquara começa neste domingo (08), data em que é comemorado o Dia do Artista Plástico. O evento ocorre no Palacete das Rosas, às 19h, com entrada gratuita. 

Com 36 artistas selecionados, sendo seis premiados e um homenageado, a edição apresenta o tema "À Procura da Muyrakytã", sob curadoria do artista Lauro Monteiro, com o objetivo de comemorar o centenário da Semana de Arte Moderna e propor um mergulho no universo gráfico e estético, inspirado da obra Macunaíma, cujo berço é Araraquara. 

Vale lembrar que, em 1926, a Chácara de Pio Lourenço, denominada hoje "Chácara Sapucaia" e integrada à FCL-Unesp/Araraquara, foi palco de um acontecimento que iria entrar para a História da Literatura Brasileira: ali, naquele local e data, Mário de Andrade escreveu a obra-prima do Modernismo Brasileiro, "Macunaíma". 

O curador do Território de Arte de Araraquara 2022, Lauro Monteiro, aponta que "este certame presenteia todos nós com uma arte que se adequa ao tema proposto. Um presente para Araraquara. Entendo que a arte torna-se um importante item de saúde pública, nestes tempos complicados pelo qual estamos passando." 

EXPOSIÇÕES 

As exposições do Território serão realizadas no Palacete das Rosas e também na Casa da Cultura Luís Antonio Martinez Corrêa, até o dia 5 de junho.
Pintura, desenho, escultura, assemblage, vídeo arte e colagem fazem parte da mostra. 

No Palacete, estarão as obras premiadas na mostra, além de sete obras modernistas do acervo da Pinacoteca Municipal Mário Ybarra de Almeida.
Entre os premiados, estão: André Ianni Alvares, Daniel Morais Paschoalin e Nelson Luís Carvalho de Oliveira (categoria "Premiados"); Filipe de Moura, Lucas Pereira Elias e Milena Costa Morvillo (categoria "Perspectiva Futura") e Otavio Zani Teixeira (prêmio "Menção Honrosa"). 

Já as obras da Pinacoteca, apresentam trabalhos de: Alfredo Volpi, Antonio Bandeira, Francisco Amêndola, Judith Lauand, Astir Jorge, Yolanda Toledo e Lafayete Carvalho Toledo. 

Ainda, na Casa da Cultura, poderão ser conferidas 30 obras selecionadas especialmente para o Território. 

EDUCATIVO 

Além das exposições, a programação também conta com um programa educativo que implica: visita às exposições com monitores, ateliê "Banquete Antropofágico", oficinas "Livro de Artista" e ateliê dos Guapos. 

As visitas, à Casa da Cultura e ao Palacete das Rosas, poderão ser realizadas no horário das 9 às 17 horas, sem necessidade de agendamento. Os grupos escolares interessados em participarem da visita monitorada, devem realizar inscrições pelo e-mail educativoterritorio2022@gmail.com. 

O Ateliê "Banquete Antropofágico", sob orientação de Tânia Mendonça e Conrado Checchi, propõe a produção de tintas a partir de legumes e frutas. Podem participar pessoas de todas as idades, inclusive crianças. 

O ateliê será realizado às sextas-feiras (nos dias 13, 20 e 27 maio e 3 de junho), das 15 às 16h30, em frente à Casa da Cultura Luís Antonio Martinez Corrêa, e as inscrições devem ser feitas previamente pelo e-mail educativoterritorio2022@gmail.com. 

Já as Oficinas "Livro de Artista", realizadas com Merien Rodrigues, serão direcionadas aos professores da rede municipal de ensino, em oficina no Sesc Araraquara. 

No dia 18 de maio, em frente à Casa da Cultura, haverá Ateliê com os Guapos, com Zé Gambelli e Horacio de la Rosa, para a produção de amuletos com sementes e outros elementos, a partir das 14h30. 

Vale destacar que a equipe do Território da Arte de Araraquara também conta com a participação de: Rita Michelutti, Denise Zakaib e Cezar Almeida. Toda a programação do Território da Arte é gratuita.

Mais notícias


Publicidade