Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Política

Prefeitura projeta orçamento de R$ 887,6 milhões para 2019

Lei Orçamentária Anual (LOA) foi apreciada, em segunda votação, pelos vereadores nesta terça-feira (04)

| ACidadeON/Araraquara

Parlamentares discutiram, em segunda votação, a Lei Orçamentária Anual de 2019. (Foto: Walter Strozzi/ACidadeON)
 

A Câmara de Araraquara aprovou na tarde desta terça-feira (04), em segunda votação, a Lei Orçamentária Anual (LOA) referente ao ano de 2019. O documento que apresenta o planejamento de gastos e investimentos que a Prefeitura pretende realizar no ano que vem tem um total de R$ 886,7 milhões - valor maior que os R$ 838,1 milhões de 2018. Entre os investimentos previstos para 2019 estão 18 obras definidas pelo Orçamento Participativo, que chegam a R$ 10,8 milhões, entre Educação e Saúde.

Segundo a Prefeitura, por meio de nota, o aumento a previsão da LOA está relacionado ao ajuste da inflação. a vinda da Randon que iniciou as atividades na cidade com a possibilidade de incremento do ICMS e com o lançamento do ISSQ sobre a construção civil. "Além disso, outras empresas se instalando no território da municipalidade ajudam na perspectiva de melhoria na arrecadação conjuntamente com a cobrança da dívida ativa", conclui o documento. 

Emendas a LOA
Ao todo, os vereadores apresentaram 18 emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA) que foram aprovadas pelos parlamentares e passaram pelo crivo do prefeito Edinho Silva (PT). Todas as emendas foram apresentadas pelos vereadores José Carlos Porsani (PSDB), Zé Luiz (PPS) e Juliana Damus (PP). Por se tratar de temas amplamente debatidos na Casa de Leis e aprovados na semana anterior, a LOA foi aprovada por unanimidade durante a sessão.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook