Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Política

Farofino: Vereador comete gafe em discurso, vira desenho e viraliza no WhatsApp

Parlamentar defendia proposta de sua autoria que criou o Dia da Enfermeira Obstetra

| ACidadeON/Araraquara

Toninho do Mel acabou deslizando na fala e viralizou na internet (Câmara Municipal/Divulgação)
ATUALIZADA ÀS 18h06 

Viralizou nas redes
Caiu como meme nas redes sociais e viralizou no whatsapp um vídeo com um trecho da sessão ordinária da Câmara de Araraquara, na terça-feira (9), em que aparece o vereador Toninho do Mel (PT) pedindo apoio para a aprovação do Dia da Enfermeira Obstetra e da Obstetriz. Acontece que, enquanto o parlamentar defendia a proposta, sua fala ficou confusa, atrapalhando a tradução simultânea de libras.

Ops...
Como muita gente que viu o vídeo, o profissional ficou nervoso e não conseguiu interpretar a fala. Para entender, a primeira confusão do vereador que desconsertou os profissionais foi trocar o termo obstetra por abstetra. Depois Toninho disse que por causa da função exercida pelos profissionais homenageados com a Lei ocorre menos uso de procedimentos cirúrgicos e anazégias (oi?).
 

Zoeira sem limites
Perseguição ou não, a turma da zoeira sem limites não perdoou e rapidamente uma mensagem seguida de um vídeo com a cena se espalhou no grupos do whataspp. Ok, vamos admitir aqui que nós mesmos recebemos até de colegas do vereador. Em alguns grupos, moradores de outras cidades, entre elas, São Paulo e São José do Rio Preto repetiam o vídeo perguntando se o parlamentar era mesmo de Araraquara. Sim, é!

De novo, Toninho!
Quem conhece o Toninho do Mel sabe que é um cara do bem. Mas, essa não é a primeira vez que ele se envolve em algo que viraliza e polemiza nas redes. Antes, em novembro de 2017, o parlamentar propôs a criação do "Dia do Churrasqueiro". O ACidadeON contou sobre a proposta e ela viralizou. Depois, o projeto foi deixado de lado. Eleito em massa pelo Parque São Paulo, Toninho é o atual líder do PT na Câmara Municipal e foi o segundo vereador mais votado com 1.894 votos, - atrás apenas de Gerson da Farmácia, do MDB.
 

Virou desenho
Nesta sexta-feira, outro vídeo passou a circular pelos grupos de WhatsApp ironizando a cena. A série de quadros ilustrativos conta sobre o episódio com direito a narração do jornalista Antônio Leite e o personagem de Toninho do Mel criado pelo também jornalista Kaíke Leite. O texto diz que o vereador colocou "Araraquara no mapa nacional da vergonha" com uma fala "embaralhada e desconexa". E foi além: o parlamentar petista seria um "analfabeto funcional", ou seja, "incapaz de compreender e interpretar o texto que lhe foi apresentado". Kaíke, que não tem ligação com partido político, diz que ficou surpreso com a repercussão.  

Não é de hoje!
Por meio da assessoria de imprensa da Câmara, Toninho do Mel se manifestou e disse que não é de hoje que seu trabalho como vereador vem sendo atacado nas redes sociais, com pessoas lhe chamando de analfabeto. "Tentam rebaixar meu trabalho de vereador, dizendo que não tenho condições de exercer o cargo. Essa postura traz indignação e tristeza ao mesmo tempo, pois, quem me ataca, também desqualifica, ataca todos os eleitores que me colocaram na condição de vereador. Na Câmara, eu represento parte da população brasileira que não pôde estudar na idade adequada, pois, precisou, desde muito cedo, trabalhar para ajudar no sustento de sua família e assim teve acesso ao estudo na já idade adulta", disse.

"Represento gente semelhante a mim"
O parlamentar disse ainda que representa pessoas semelhantes a ele e que mesmo que reafirme a conclusão do ensino médio através da Educação de Jovens e Adultos (EJA), parece não ser suficiente para pessoas que não querem ver gente como ele alcançando a Câmara. "Represento gente semelhante a mim. Eu sempre incentivei as pessoas que não tiveram acesso aos estudos a buscarem seus sonhos e voltarem a frequentar a escola. Acredito que isto é preconceito, preconceito que não aceita que gente do povo esteja na câmara. Por isso, pelas tantas pessoas como eu nesse Brasil, não desistirei do meu trabalho e de quem acreditou em mim", finaliza.




Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook