Aguarde...

Política

Avaliado em R$ 15 milhões, CT do Pinheirinho deve ser vendido

Local é utilizado pela Ferroviária, principal interessada na compra do espaço; projeto está em análise na Câmara

| ACidadeON/Araraquara

Ferroviária atualmente treina no CT do Pinheirinho, da Prefeitura (Foto: Divulgação)
 

* ATUALIZAÇÃO 04/06 às 17h43 para incluir posicionamento da Ferroviária S/A 

Um projeto de lei de autoria da Prefeitura de Araraquara pretende vender o Centro de Treinamento (CT) do Pinheirinho, localizado no parque de mesmo nome. 

O uso do espaço vem sendo feito pela Ferroviária S/A, que promove os treinamentos de suas equipes de base e também profissional, tanto masculina, quanto feminina. 

Em contrapartida, pelo decreto municipal 10.992, de 2 de outubro de 2015, a permissionária deve garantir a mão de obra para manutenção de dois campos que eram utilizados pelo esporte local. 

Ao ACidade ON, a Prefeitura explica que a Ferroviária apresentou interesse na compra do local para investir na instalação de um moderno centro de treinamentos. 

"Importante lembrar que a Ferroviária teve todo o seu patrimônio dilapidado em décadas passadas. Hoje, a equipe de futebol da cidade não possui estrutura própria", diz em nota. 

"A compra do CT faz parte, segundo a diretoria do clube, de um processo de reestruturação que devolveria o seu patrimônio", completa. 

Área fica logo na entrada do Parque do Pinheirinho e foi desmembrado em 5 de maio (Foto: ACidade ON)

O PL foi protocolado na Câmara e deve ser debatido entre os vereadores. Na justificativa, a administração municipal afirma que os recursos recebidos pela venda do imóvel devem possibilitar melhorias em sua infraestrutura esportiva.   

A área, de 138,2 mil metros quadrados, possui cinco campos, banheiros e vestiários e, segundo laudo em anexo ao documento protocolado na Casa de Leis, está avaliado em R$ 15,3 milhões. 

O projeto de lei prevê que a venda, ou alienação do bem, será feita por licitação na modalidade concorrência. O valor ainda pode ser atualizado antes da abertura do processo de venda. 

Procurada, a Ferroviária afirma que possui interesse na aquisição, porém, precisa ter conhecimento de todo o processo.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON