Publicidade

politica

Radares podem custar R$ 2,8 milhões por ano em Araraquara

Cópia de contrato para aluguel de 24 equipamentos foi solicitada pelo vereador Lineu Carlos de Assis

| ACidadeON/Araraquara -

Ao todo, Araraquara possui 24 radares fixos e móveis alugados pela Prefeitura (Foto: Colaboração/Tadeu Toshiba)
 

 

A Prefeitura de Araraquara pode gastar quase R$ 2,8 milhões ao ano com radares. A informação consta em resposta a requerimento do vereador Lineu Carlos de Assis (Podemos). 


O parlamentar questionou a administração municipal sobre o número de equipamentos instalados, se são de propriedade do Município e as cópias dos contratos. 


Segundo informado, ao todo, são seis radares fixos, seis radares de semáforos vermelhos e velocidade, seis inteligentes (tipo OCR), cinco radares portáteis e um do tipo pistola. 


Além dos equipamentos, o contrato inclui equipamentos para apoio emissor eletrônico de multas, serviço de processamento de infrações, impressão, entre outros (ver contrato)


O contrato firmado entre a Prefeitura e a empresa sediada em Araçariguama estima gastos de quase R$ 2,8 milhões, porém, a prestação do serviço é aferida mensalmente. 


O primeiro compromisso da Prefeitura feito com a empresa foi em 2019 e o último aditamento é válido até o mês de abril de 2023, com os mesmos valores cobrados atualmente. 


Segundo o vereador, o próximo passo é pedir informações referentes aos valores arrecadados com a aplicação de multas a partir dos equipamentos alugados pela Prefeitura. 


"Os próximos passos serão na direção de fiscalizar os valores arrecadados com as multas a partir desses equipamentos e onde estão sendo investidos, visto que, aparentemente, não é na sinalização e recapeamento das ruas, serviços que nossa cidade está precisando com urgência visto o crescimento no número de acidentes não fatais entre outubro e dezembro de 2021, conforme aponta o Infosiga", afirmou.

Publicidade