Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Eleições

Araraquara tem seis candidatos confirmados na disputa à Prefeitura

Carros de som e panfletagem já estão liberados pela Justiça Eleitoral

| Araraquara.com

Seis candidatos estão na disputa à Prefeitura de Araraquara e solicitaram registro na Justiça Eleitoral até ontem, quando terminou o prazo. Todos eles estão de olho no seu voto.

O número de postulantes ao Executivo é acima da média. Desde 1996, última eleição municipal com dados disponíveis no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), somente em 2008 também houve seis candidatos. Foram cinco em 2000, quatro em 2012 e três em 1996 e 2004.

A grande quantidade reflete uma cisão entre os grupos políticos. Dos partidos que ajudaram a eleger Marcelo Barbieri (PMDB) em 2012, saíram quatro candidaturas: Aluisio Boi (PMDB) — apoiado pelo prefeito —, Edna Martins (PSDB), Nino Mengatti (PSB) e João Farias (PRB) — este último passou para a oposição há três anos. Na oposição também existe divisão: Edinho Silva (PT), Celio Peliciari (PSOL), além do próprio Farias.

Tiago de Brino / Especial

Experiência
Dos seis candidatos, cinco têm experiência em corrida eleitoral — apenas Celio, de 22 anos, ainda não passou pelas urnas. Entre os vices, Damiano Neto (PP), Professor Reis (Rede), Talissa Generoso (PSOL) e Valdir Massucato (PSB) participarão de uma eleição pela primeira vez. A maior coligação em número de partidos é a de João Farias: PRB, Rede, PRTB, PTC, PSDC, PTN e PSL.

Em quantidade de candidatos a vereador, a coligação “Força da Honestidade” (PMDB, PV, PDT, SDD, DEM e PEN) leva a melhor: 135. No extremo oposto, o PSOL fará sua campanha sozinho. Apesar de a campanha começar hoje, o horário eleitoral gratuito em rádio e televisão irá ao ar a partir do próximo dia 26.

Política do ‘porta a porta’ vira estratégia
As mudanças na lei eleitoral deste ano farão a política do “porta a porta” virar estratégia para os partidos políticos, segundo o cientista político Bruno Souza da Silva, do Laboratório de Política e Governo da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Araraquara.

“Os partidos provavelmente estão sentindo os efeitos das mudanças nas regras eleitorais e procuram se adaptar às novas condições da disputa. Talvez esta seja uma das eleições que necessitem de maior engajamento dos filiados e simpatizantes de siglas e candidatos”, analisa.

O especialista acredita que a criatividade será essencial às campanhas. “Com menos recursos, cabe aos candidatos descobrirem formas criativas e eficientes de conquistar eleitores. Esta não é tarefa fácil, sobretudo considerando que há um quadro nacional de profundo descontentamento com a política. Contraditoriamente, será preciso estar ainda mais perto das pessoas, dialogando com elas.”

Nesse aspecto, as redes sociais e a internet também terão papel importante. “Devido à redução no tempo de campanha e menor visibilidade na televisão, o uso das redes sociais, associado a reuniões, encontros e rodas de conversa nos bairros, tende a ser mais intenso. É preciso chegar a diferentes públicos por meios específicos. E essa intensidade deve prevalecer até poucos minutos antes de se encerrarem as campanhas”, conclui.

Mais de 360 candidatos disputarão a Câmara
Somando-se os números anunciados nas convenções partidárias, 362 candidatos irão disputar uma das 18 vagas da Câmara. O número de postulantes a vereador será maior que a última eleição, quando foram 250. A coligação com mais candidatos é a que apoia Aluisio Boi (PMDB) para prefeito, com 135.

Depois, aparece a coligação de Edna Martins (PSDB), com 108. A chapa de Edinho Silva (PT) terá 54 candidatos a vereador. As coligações de João Farias (PRB) e Nino Mengatti (PSB) terão uma chapa completa, de 27 candidatos cada. Por último, o PSOL registrou apenas 11 candidatos.

Leia e vejamais sobre os candidatos na edição da Tribuna desta terça-feira (16).

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
3 comentários
  • Carlos Rodrigues
    18/08/2016 11:32:21
    Srs. eleitores vejam quem estava apoiando o atual prefeito em 2009 e agora se dizem oposição ao mesmo. Eles se diziam da base aliada ou ainda o são e votaram contra a população: aumento no IPTU, aumento da taxa de água e esgoto, venda do prédio do antigo Pronto Socorro, compra de lousas digitais superfaturadas, contratação de escritório de advocacia sem licitação. Além disso vejam como está a zeladoria de nossa cidade: buracos nas ruas, falta de limpeza nas praças e ruas, entre outras. Por isso na hora de votar pense muito e vote no melhor para Araraquara.
  • silvio camargo
    17/08/2016 11:15:00
    O PT por ter seu candidato envolvido na Operação Lava Jato (Tesoureiro da campanha da ex presidente Dilma) pode disputar normalmente a eleição para Prefeito ?
  • Eduardo Pereira
    16/08/2016 10:53:41
    Espero que a população veja com muita atenção os candidatos que querem uma cadeira política da cidade. Nessa hora todo mundo é bom, vai trabalhar em prol da população e problemas da cidade, quando na verdade é papo furado tudo isso. Vamos ficar de olho isso sim.

Veja também