Aguarde...

auto-on

Lamborghini tira modelo das competições e o libera para as ruas

A aceleração do Lamborghini Huracán STO é de 0 a 100 km/h em 3 segundos e de 0 a 200 km/h em míseros 9 segundos

| Auto ON

Lamborghini Huracán STO

Mais um supercarro sai das pistas e ganha as ruas. É o Lamborghini Huracán STO (Super Trofeo Omologata). O STO conta com o mesmo motor V10 dos modelos de competição, das categorias Huracán Super Trofeo e GT3 e que dominou as 24 Horas de Daytona e as 12 Horas de Sebring. 
"É a mais pura encarnação da herança da Lamborghini Squadra Corse", avisa Stefano Domenicali, presidente e CEO da Lamborghini.  

A marca partiu de seus modelos de competição e transformou o Huracán STO num carro de competição autorizado para andar nas estradas.
O propulsor é um V 10, aspirado, que produz 640 cavalos e tem um torque de 565 Nm a 6500 rotações por minuto. A aceleração é de 0 a 100 km/h em 3 segundos e de 0 a 200 km/h em míseros 9 segundos. A velocidade máxima supera os 310 quilômetros por hora.   

Lamborghini Huracán STO

O modelo teve sua dinâmica mudada, suspensões mais duras, barras estabilizadoras desenvolvidas exclusivamente para o modelo e amortecedores MagneRide 2.0, da própria Lamborghini. A direção é mais direta, a mesma dos carros da competição, que proporciona uma relação mais pessoal, já que o motorista/piloto percebe rapidamente todas as reações do STO. O modelo também recebeu das pistas os freios, que são 60% mais resistentes ao superaquecimento e ação de frenagem 25% melhor.  

O capô, os para-lamas e os para-choques são uma peça só e conta com um novo splitter dianteiro que conduz o fluxo de ar para a traseira e para o difusor traseiro. Tudo foi aliviado e pensado para diminuir o peso e aumentar o downforce. Por isso, 75% das peças da carroceria são de fibra de carbono. Até o para-brisas e as rodas ficaram 20% mais leves.
Atrás tudo é igual ao carro de corrida, aumentando a eficiência aerodinâmica.   
 

Lamborghini Huracán STO

Por dentro quase tudo é em fibra de carbono. O Huracán STO tem santo antônio, cintos de segurança de quatro pontos e até um espaço para acomodar os capacetes. O modelo pode ser personalizado conforme a vontade do abastado proprietário.
O modelo começa a ser vendido na Europa no segundo trimestre do próximo ano.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON