ACidadeON

Política

Presidente do PRB admite divisão do 'centrão' e fala em decisão após a Copa

eleições 2018 Alckmin centrão PRB

| Estadao Conteudo

Anfitrião de jantar marcado para esta noite entre partidos do 'centrão' com o presidenciável tucano Geraldo Alckmin, o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, admite que o bloco formado por DEM, PP, PRB e Solidariedade está dividido. A decisão das legendas, disse, será tomada entre os dias 15 e 20 de julho, período entre o fim da Copa do Mundo e o início das convenções partidárias.

O jantar com Alckmin, marcado para esta noite em Brasília, é parte de uma série de encontros organizados pelos partidos do centrão com presidenciáveis. Já foram feitas reuniões com Alvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PRB) e Flávio Rocha (PRB). "Tudo é possível. Como já se noticiou, o PP e o Solidariedade têm preferência por Ciro. O DEM eu percebo que está divido. Na minha bancada, eu vou consultar ainda a turma para ver", diz o ex-ministro.

Durante a pré-campanha, Marcos Pereira e o pré-candidato do partido à Presidência, Flávio Rocha, defenderam a união do centro na disputa pelo Planalto e a definição do candidato com base em pesquisas quantitativas e qualitativas. Internamente, as sondagens de intenção de voto e a reprovação popular a temas como privatizações têm alimentado o discurso pela retirada da pré-candidatura do empresário e pelo apoio a outro nome.

O presidente do PRB diz que uma decisão conjunta do bloco é o ideal. "Vamos sentar para decidir, não acredito que vai se tomar uma decisão hoje. Vamos tentar manter a unidade o máximo que puder."

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários