Aguarde...

Economia

Ex-aluno do IQSC cria site que ajuda cientistas a encontrarem emprego

De acordo com estudo do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), cerca de 25% dos doutores do Brasil sofrem com o desemprego; confira

| ACidadeON/São Carlos

Formado em Química pelo IQSC, Lucas atualmente trabalha como pesquisador de uma empresa de Paulínia (SP). Foto: Lucas Rasquini/Arquivo pessoal
 

Segundo estudo feito pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), vinculado ao então Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), cerca de 25% dos doutores do Brasil sofrem com o desemprego. A situação se agrava ainda mais quando o levantamento aborda os mestres do País, dos quais aproximadamente 35% não estão no mercado de trabalho. Para ajudar esses profissionais a terem acesso a novas oportunidades, o químico Lucas Rasquini, recém-formado pelo Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da USP, criou um site que divulga vagas de emprego para cientistas.

No portal, que foi batizado de vagasdecientista.com.br, os interessados podem se candidatar para diversos tipos de cargos, que vão desde estágios até posições como pesquisador sênior, oferecidos por empresas de diferentes portes. O foco da plataforma é compartilhar oportunidades para especialistas que são, preferencialmente, das áreas de ciências, como químicos, físicos, biólogos e farmacêuticos, categorias que, segundo Lucas, têm enfrentado mais dificuldade para ingressar na iniciativa privada. 

"As áreas de engenharia são consideradas mais versáteis pelo mercado, dificultando que profissionais formados em cursos dos campos de ciências disputem as mesmas vagas. Por isso, meu objetivo com o site foi facilitar que eles tenham acesso aos cargos oferecidos, aumentando a competitividade", explica o jovem, que atualmente é pesquisador da Rhodia, em Paulínia (SP). O levantamento das vagas é feito pelo próprio químico, mas o portal possui um campo onde as pessoas podem enviar oportunidades com inscrições abertas para que elas sejam adicionadas ao site. Atualmente, a plataforma conta com mais de 30 vagas disponíveis para candidatura.

O ex-aluno do IQSC conta que várias pessoas já entraram em contato com ele por meio das redes sociais para agradecê-lo pela criação do portal e dizer que se inscreveram em vagas que até então não tinham conhecimento. "Gostaria que o site contribuísse para mostrar que os profissionais das áreas de ciências também possuem uma grande versatilidade e um alto potencial de adaptação no mercado", torce Lucas.  

A pandemia do novo coronavírus gerou uma forte crise econômica no País, agravando a situação do desemprego, que atinge hoje cerca de 11,5 milhões de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em um cenário no qual os pesquisadores se tornaram protagonistas no combate à COVID-19, principalmente com atuações na indústria farmacêutica, no desenvolvimento de tratamentos e até de produtos de limpeza capazes de eliminar o vírus, a iniciativa de Lucas aparece em um momento oportuno para o reconhecimento desses profissionais: "Espero que muito em breve tenhamos alguém que encontrou um emprego através do nosso site", finaliza.

Mais do ACidade ON