Aguarde...

cotidiano

Cuidados com alimentação são redobrados em tempo de COVID-19

Famílias se atentam com higienização adequada e cozinham mais em casa, veja dicas de nutricionista

| ACidadeON/Araraquara

A psicóloga Andreia Mattos tem cozinhado em casa e cuidado da alimentação (Foto: Arquivo Pessoal)
"Eu tiro tudo da sacola com luva, deixo no quintal tomando um sol por uns minutos e depois lavo os alimentos com água e sabão". É assim que psicóloga Andreia Mattos, tem feito toda vez que chega uma compra em sua casa.  

Em tempos de coronavírus, a higienização redobrada dos alimentos tem sido prática comum nas casas dos araraquarenses.  

Há uma semana, Andreia está em quarentena em sua casa com a filha e o namorado e além da rigorosa higienização, tem feito comida caseira diariamente para evitar pedir delivery no momento. Ela que é profissional liberal, sentiu o "efeito dominó" econômico do coronavírus e teve algumas desistências em sua agenda. 

"Evito o desperdício e a comida é feita todo dia, sem jogar fora. Estamos nos adaptando a nova realidade que é o certo na verdade. Já deveríamos ter esse tipo de cuidado, mas redobrou por conta da saúde, do medo, que é acionado e nossa preservação", enfatiza. 

A psicóloga conta que aumentou o consumo de gengibre e de frutas cítricas, como o limão e a laranja, que são alimentos ricos em vitamina C, e poderosos para a saúde e sistema imunológico. 

Todo cuidado é pouco
A dica da nutricionista Larissa Tannuri, 38 anos, é beber muita água e "abusar" dos alimentos ricos em nutrientes (minerais e vitaminas) associadas a substâncias bioativas (não nutrientes) presentes em alimentos que possuem atividade de redução de risco de doenças. 

São os alimentos alaranjados, verde escuros e fígado (ricos em vitamina A e caratenóides), castanhas, ricas em selênio (uma por dia já está bom), frutas cítricas (ricas em vitamina C) e vegetais folhosos (ricos em substâncias bioativas).  

Além desses, sempre bom reforçar as fontes de proteína no cardápio: carne, ovos e peixes. A carne vermelha também é fonte de zinco, ferro e vitaminas do complexo B.
"Essa orientação não é apenas para esse período de pandemia. Os hábitos alimentares corretos condicionam um sistema imunológico mais eficiente. E fujam de promessas milagrosas envolvendo alimentos e terapias nutricionais, como os shots, sucos e soroterapias", frisa a nutricionista.  

Já quanto a higienização dos alimentos, como legumes e frutas, muitos estão recorrendo a água sanitária diluída em água por 15 minutos (uma colher de sopa para um litro de água). Larissa informa que esta prática é anterior ao coronavírus e estabelecida pelos órgão de saúde, entretanto, ela reforça que precisamos ter em mente outras medidas também. 

"Essa medida elimina microorganismos, porém não nos livra das medidas preventivas de lavagem correta das mãos e das superfícies", enfatiza. 
A fotógrafa Leila Penteado, 36, tem cozinhado muito em casa e também utiliza a água sanitária "Eu não estou comendo delivery só fazendo em casa mesmo. Comprei para entregar em casa e a compra veio em uma caixa. Lavei tudo com sabão e as frutas e verduras eu deixei de molho com água sanitária, é o que costumo fazer", pontua.

Mais do ACidade ON