Aguarde...

cotidiano

Shopping Jaraguá perde 12 lojas durante quarentena da covid-19

Operações de vários setores fecharam as portas por causa dos impactos econômicos da crise causada pela pandemia

| ACidadeON/Araraquara

Operações de diversos setores fecharam as portas no maior shopping de Araraquara (Foto: Amanda Rocha/ArquivoON)
 
O Shopping Jaraguá de Araraquara perdeu 12 lojas nos últimos 60 dias. O motivo, a quarentena imposta pelo novo coronavírus. Em março, quando o decreto estadual obrigou o comércio a fechar, o Jaraguá contava com 158 operações, nesta semana, são 146. 

"Infelizmente, mesmo com todos os nossos esforços, a perda de receita foi grande e teve operação que simplesmente sucumbiu", afirma Douglas Borges, superintendente do shopping. 

As perdas englobam vários setores desde alimentação até acessórios. "Tive operação que fechou logo no começo, mas outras tentaram resistir, mas não conseguiram", lamenta. 

AÇÕES
Borges conta que quando foi imposta a quarentena estadual, no dia 23 de março, uma série de ações foram colocadas em prática para ajudar os lojistas a passarem por este período de crise. "Tivemos ações de marketing, implementamos o nosso site para vendas online, criamos um sistema delivery e drive thru, também teve isenção da taxa de administração, isenção da taxa de propaganda, suspensão do aluguel e desconto de 40% na taxa de condomínio. São ações que buscavam dar fôlego para os empresários, mas que também garantiam a segurança do shopping", afirma. 

A administração do shopping também perdeu, segundo ele. Teve funcionários de férias e contratos suspensos. 

"Vivemos um momento muito delicado, mas acredito que todos sairemos mais fortes e prontos para recomeçar", diz ele. 

RETOMADA
A expectativa é que a partir de segunda-feira (1) haja uma retomada gradativa das atividades econômicas e entre elas, o shopping volte a operar dentro de regras de segurança sanitária. 

"Estamos prontos para essa etapa, estivemos neste período também nos preparando bastante. No que diz respeito ao poder público, em Araraquara, teve a preparação de hospitais para receber os doentes. Os empresários também aprenderam a sobreviver dentro das medidas restritivas e a população está muito preparada, com o uso de máscaras e práticas de higiene que antes não tinha", diz 
.
Borges reforça que algumas operações que dependem de aglomerações, como é o caso do cinema e do buffet infantil não devem reabrir nesta primeira fase, sendo assim, estas devem ser as que mais sentiram o impacto da quarentena. Outras operações, como o supermercado, que esteve funcionando durante este tempo, sente menos. "Mas em geral, todos sentiram o impacto econômico da pandemia", reforça. 

QUEM SAIU PODE VOLTAR
O superintendente do shopping reforça que todas as operações que deixaram o shopping terão incentivos para uma possível retomada, mas não há prazo para que isso ocorra. "Sabemos da dificuldade de todos, mas com certeza todos que saíram sabem que podem voltar", finaliza. 
 
O Jaraguá funciona em Araraquara desde 2001 e é hoje o maior shopping da cidade. Segundo a administração, sua área de cobertura abrange mais de 15 municípios da região.

Mais do ACidade ON