Publicidade

Auto ON

Cachorro ou gato riscou a pintura? Veja como resolver

Dicas de cuidados com a pintura do automóvel para quem tem animais de estimação e quer viver em harmonia com eles

| Auto ON -

  

Animais podem danificar a pintura dos automóveis
O capô do carro pode ser atrativo para o gato que procura um lugar para a soneca. Já a chegada em casa, depois de um dia inteiro de trabalho ou uma rápida ida ao supermercado, pode virar uma festa para o cachorro que corre até a porta do veículo para receber o dono ou a dona - antes mesmo que ele ou ela possa descer do carro.  

Quem tem um animal de estimação conhece muito bem essas e outras situações. De acordo com a pesquisa Radar Pet 2021, realizada pela Comissão de Animais de Companhia (COMAC), o número de animais de estimação aumentou em 30% no Brasil durante a pandemia do Covid-19.  

Confira abaixo as dicas que a PPG preparou sobre os principais cuidados com a pintura de automóveis para os pais de pet - experientes ou de primeira viagem.  

Aposte no polimento para eliminar os arranhões ou microrriscos superficiais.  
O processo de polimento automotivo deixará a camada de verniz uniforme e eliminará os defeitos. Porém, se o risco é mais profundo e danificou as camadas de verniz e tinta, a solução é realizar o reparo com repintura. 
É importante cuidar de todo e qualquer tipo de risco para que ele não se torne maior e profundo a ponto de prejudicar a pintura. Um arranhão superficial pode crescer e ocasionar problemas como manchas, oxidação da pintura e desgaste precoce. Quanto maior o defeito, maior o tempo e o investimento necessários para corrigi-los.  

Limpe imediatamente a urina ou as fezes de animais da lataria.  
Qualquer substância com pH muito básico ou muito ácido pode causar danos na pintura, como manchas. As fezes de pássaros, por exemplo, são muito ácidas e danificam quimicamente a pintura e o verniz. É importante a remoção imediata dos excrementos para evitar manchas na pintura. Alguns produtos, como ceras especificas, podem ajudar a amenizar o dano, mas não garantem uma proteção total.  

Utilize uma capa apropriada e preserve a pintura.  
Para prevenir as situações acima, a capa é uma ótima opção, no entanto é de extrema importância que o material seja adequado para o uso e que a limpeza do veículo seja realizada antes de ser utilizado esse tipo de proteção. Cobrir um carro com umidade pode causar manchas, enquanto a poeira pode riscar a superfície.

Mais notícias


Publicidade