Aguarde...

auto-on

Marcopolo e Dunlop: interesse mútuo

Tome nota

| Auto ON

por Luiz Humberto Monteiro Pereira
AutoMotrix

Interesse mútuo
 

ônibus escolar Marcopolo Volare com pneus Dunlop SP 320: divulgação
A encarroçadora gaúcha de ônibus Marcopolo e a Dunlop, marca de pneus pertencente ao grupo japonês Sumitomo Rubber Industries, acabam de firmar parceria para a comercialização de pneus para veículos das marcas Marcopolo, Neobus e Volare. Pelo acordo, a partir deste mês, toda a rede de representantes Marcopolo e Neobus, assim como as concessionárias Volare em todo o Brasil, passam a oferecer aos clientes a linha completa de pneus Dunlop. Em abril deste ano, a Dunlop firmou com a Marcopolo o seu primeiro fornecimento de pneus de carga para equipamento original na América Latina para os novos veículos Volare. O pneu fornecido é o SP 320, desenvolvido com a tecnologia Advanced Footprint Control, que otimiza a área de contato com o solo, aumentando a qualidade e durabilidade, além de reduzir o desgaste irregular. "A parceria permite aumentar o nosso portfólio de produtos, principalmente neste momento mais restritivo do mercado, devido à crise da Covid-19", destaca Carlos Tonietti, gerente-comercial de Pós-Venda da Marcopolo. "A Dunlop quer continuar a trabalhar junto com a Marcopolo e desenvolver novos projetos para oferecer os melhores produtos para o mercado brasileiro", comemora Rodrigo Alonso, gerente-sênior de Vendas e Marketing da Sumitomo Rubber do Brasil.

Frota estelar  

caminhões Mercedes-Benz Atego 3030 8x2 e Actros 2546 6x2 da OnPetro: divulgação
A Mercedes-Benz foi a marca escolhida pela On Petro Distribuidora de Combustíveis para formar 100% de sua frota de caminhões. A empresa, criada em janeiro deste ano pela Família Cattalini, com sede em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (PR), comprou vinte e dois veículos. São doze extrapesados Actros 2546 6x2 e dez semipesados Atego 3030 8x2. A On Petro tem três filiais nos Estados do Paraná, de Santa Catarina e São Paulo, com projeções para expandir para o Mato Grosso e Mato Grosso do Sul ainda este ano. Os veículos adquiridos já estão sendo utilizados para o transporte de diesel, gasolina e etanol, em médias e longas distâncias. "Escolhemos os caminhões Mercedes-Benz porque os veículos nos oferecem muitas vantagens, como o câmbio automatizado, a média de consumo, o conforto da cabina alta e a força do motor, entre outros fatores que conquistaram nossa preferência pela marca", explica Edgar Luz, diretor-executivo da On Petro.

Coletivos na tomada  

ônibus elétricos BYD D9W da Viação Piracicabana de Brasília/DF: divulgação
A cidade de Brasília conta com quatro novos ônibus BYD 100% elétricos em operação a partir desta semana. Os ônibus elétricos, movidos a bateria de fosfato ferro-lítio (LifePO4), da Viação Piracicabana, foram incorporados à linha de ônibus 0.108 (Rodoviária do Plano Piloto/Três Poderes), que até então tinha dois veículos movidos a bateria. Agora, com seis ônibus em operação, a empresa passa a contribuir ainda mais com a redução de emissões de gases de efeito estufa. Cada ônibus deixa de emitir 110 toneladas por ano de CO2 na atmosfera. Produzido na fábrica da BYD na cidade paulista de Campinas, os ônibus em operação em Brasília são do modelo D9W da BYD com carroceria Marcopolo e com até 250 quilômetros de autonomia. Silenciosos, climatizados e com piso baixo, os ônibus oferecem mais conforto e segurança aos usuários do que um veículo convencional. A recarga total das baterias leva quatro horas e será feita no pátio da própria viação. "A substituição do diesel por uma energia limpa não só melhora a qualidade do ar nas cidades, impactando diretamente na saúde da população, como faz com que as empresas de ônibus tenham um custo operacional menor", explica Marcello Von Schneider, diretor da divisão de ônibus da BYD Brasil.

Sete novatos  

ônibus Caio Induscar F2400 e Apache Vip da Viação Santa Edwiges, de Betim/MG: duvulgação
A Viação Santa Edwiges, que opera no sistema de transportes coletivos da cidade de Betim, no Estado de Minas Gerais, adquiriu sete ônibus produzidos pela encarroçadora paulista Caio Induscar. Das unidades compradas, cinco são do micro-ônibus F2400, na versão urbana, que trazem mais praticidade para circular por ruas mais estreitas do município mineiro. Já as outras duas unidades são do Apache Vip, de motor dianteiro. Todos os veículos adquiridos contam com elevador, itinerários eletrônicos em leds, sistema de monitoramento interno por câmeras, preparação para catraca eletromecânica e para validador eletrônico, além de poltrona hidráulica para o motorista, com encosto de cabeça e deslocamento lateral.

Mais do ACidade ON