Aguarde...

cotidiano

Amparo: Santa Casa encerra convênio com a prefeitura para cirurgias eletivas

Interrupção dos serviços de ortopedia e traumatologia aconteceu nesta segunda-feira (3); o hospital esclareceu que ainda atende aos procedimentos de emergência

| ACidade ON - Circuito das Águas

Santa Casa Anna Cintra encerra convênio com a prefeitura de Amparo para cirurgias eletivas (Foto: Divulgação)
A Santa Casa Anna Cintra informou que o convênio com a prefeitura de Amparo para a realização de cirurgias eletivas das áreas de ortopedia e traumatologia, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), não foi renovado e que os procedimentos agendados nessas duas modalidades não acontecem mais na unidade a partir desta segunda-feira (3).

Em nota, o hospital lamentou e disse que, atualmente, o maior desafio "é a batalha contra uma pandemia de covid-19 nunca antes vivenciada pelo mundo, cujo enfrentamento, sem precedentes, exige de nós, seres humanos, atributos como espírito de doação, empatia e solidariedade, bem como exorta a uma necessária reflexão sobre esforço e abnegação, de modo que compreendamos, todos, o quão efêmera é a vida humana e, ao mesmo tempo, jamais percamos de vista, à luz de nossa sensibilidade, seu imensurável valor", diz trecho.

A prefeitura de Amparo se posicionou e afirmou que "adotará todas as medidas cabíveis visando a continuidade dos serviços". A administração municipal ainda informou que, apenas em 2021, foram transferidos ao hospital R$ 4,280 milhões para a manutenção dos atendimentos, além da quantia de R$ 2,7 milhões destinados aos atendimentos de pacientes diagnosticados com a covid-19.

A administração também ressaltou que os serviços de ortopedia estão presentes no plano de trabalho da Santa Casa Anna Cintra, aprovado pela prefeitura em 2020, e que o contrato vigente não exclui a modalidade da obrigação de prestar atendimento à população.

Em nota, a prefetura ainda reforçou que "o foco da Prefeitura de Amparo é a prestação de serviços de excelência à população da cidade e não é aceitável que uma entidade de saúde, que atenda ao SUS, tome uma atitude unilateral que impacte diretamente na qualidade de vida da população".

Pronunciamento da Santa Casa

No início da tarde desta segunda-feira (3), a Santa Casa Anna Cintra divulgou um pronunciamento a respeito do caso em sua rede social, no qual a presidente Patrícia Marcondes decidiu esclarecer algumas questões em relação ao convênio que foi interrompido com a prefeitura de Amparo.

"Nós realizamos um trabalho de excelência na região, e sabemos disso. Nós realizamos o melhor trabalho para atender vocês, mas nós somos um hospital particular, com fins filantrópicos. Não somos um hospital público, nem municipal ou estadual", afirma a presidente.

A presidente da Santa Casa Anna Cintra ainda relatou que os serviços com caráter de urgência e emergência das áreas de ortopedia e traumatologia ainda serão realizados na unidade de saúde, pois o convênio com a prefeitura abrange essas situações.

"Porém, se você vai para casa e, posterior a isso, precisa de uma cirurgia, isso é uma cirurgia eletiva, que são cirurgias agendadas e que não são feitas em urgência. Para essas cirurgias, nós não temos mais convênio na Santa Casa Anna Cintra. E eu gostaria que você, população de Amparo e região, tenha a certeza de que o nosso desejo era de continuar fazendo, como fazíamos no ano passado, mas, infelizmente, o nosso convênio com a prefeitura não foi renovado", explica a gestora da unidade.

A presidente do hospital, Patrícia Marcondes, ainda salienta que os procedimentos agendados passaram a ser realizados no hospital Beneficência Portuguesa de Amparo (BPA), uma vez que a unidade em questão possui convênio para cirurgias eletivas com a prefeitura da cidade, assim como para a realização de pronto-atendimento de urgência.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON