Publicidade

cotidiano

Serra Negra: Feira Noturna de quinta retoma atração musical

Espaço gastronômico e cultural tem atividades na Praça Sesquicentenário a partir das 17h; volta dos shows gera expectativa do aumento de público

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Banda "Nando Trio" se apresenta no espaço da feira das 19h às 21h (Foto: Divulgação/ PMSN)
Com a flexibilização das medidas restritivas referentes à pandemia de covid-19, Serra Negra anunciou o retorno das atrações culturais na Feira Noturna das quintas-feiras, a partir das 17h, na praça Sesquicentenário, no centro. A medida passa a valer a partir de hoje, quando se apresenta a banda Nando Trio, a partir das 19h. A entrada é gratuita.

O grupo tem à frente Nando Bonfim e promete animar moradores e turistas com ritmos do pop/rock nacional, MPB, blues e flashbacks.

SOBRE A FEIRA 

Criada em 2018, a  Feira Noturna de Serra Negra tem o propósito de oferecer aos pequenos empreendedores um espaço alternativo para que possam apresentar e vender seus produtos e trabalhos. A atividade se transformou ao longo das edições em uma nova frente para a geração de renda familiar.  No espaço, há diferentes segmentos alimentares e artesanais, com preços acessíveis.

Na parte de alimentação, os visitantes podem degustar e adquirir, além dos variados hortifrutis, pães caseiros, pastéis, queijos, lanches artesanais, massas, bolos, doces, comida árabe e temperos.

Já se tratando de decoração e artesanato, é possível encontrar costura criativa, laços, objetos talhados em madeira, filtro dos sonhos, roupas para pets e lembranças da cidade. Ao todo, a feira tem cerca de 40 barracas de expositores.

AJUSTES PARA ATRAIR O PÚBLICO

o prefeito Elmir Chedid (DEM) se reuniu com alguns representantes da feira para discutir ações. O objetivo é trazer mais visitantes, já que a frequência caiu neste período de retomada. Chedid promete revitalizar a praça e construir, por exemplo, uma nova área para os vendedores de artesanato, que deve ser situada ao lado da feira gastronômica e de hortifrutigranjeiros. O início da obra não foi divulgado até o momento.  

Um decreto com novas  normas para a utilização do espaço também deve ser publicado nos próximos dias. 

A artesã Ana Lúcia de Moraes comenta que mudanças são essenciais diante da insegurança econômica acarretada pela pandemia. "Antes da pandemia a feira era enorme, com um público bem grande. Agora, mesmo com a retomada, está tudo muito incerto. Muita gente, incluindo frequentadores e expositores, não voltou de fato. Com os shows e a reforma prometida, acredito que as vendas possam melhorar", diz.



Mais notícias


Publicidade