Aguarde...

cotidiano

Fase Laranja? Semana é de reclassificação do Plano São Paulo

Circuito das Águas cumpre até o domingo a segunda semana da etapa de transição e vive a expectativa de avançar de estágio; tudo depende dos números da pandemia

| ACidade ON - Circuito das Águas

Plano São Paulo: Fase de Transição (continua até o domingo Imagem governo do Estado de SãoPaulo)
Cidades do Circuito das Águas têm uma semana decisiva diante da nova reclassificação do Plano São Paulo prometida para esta semana, provavelmente na sexta-feira (30). Os indicadores relacionados ao quadro epidemiológico da covid-19 podem sinalizar um avanço, com maior flexibilização, ou regresso, com volta das restrições mais rígidas.

Hoje, todo o Estado está na fase de transição, entre a mais rígida (vermelha) e a com menos restrições (laranja). O atual estágio começou no dia 18 deste mês e vale até o domingo (2). Há chances de o estado voltar a separar as regiões paulistas em diferentes classificações do plano de flexibilização da quarentena. 

Para atualizar as fases é analisado os indicadores de cada região, entre eles a taxa de ocupação de leitos, índice de mortes e novos casos. Se não houver mudanças nas regras, o DRS (Departamento Regional de Saúde) de Campinas, que inclui o Circuito das Águas, poderia avançar para a fase laranja devido aos números atuais. 

O índice de ocupação de UTIs no DRS de Campinas nesta terça-feira (27) está em 78%, o que poderia significar o avanço para a fase laranja. Sendo que nesta fase, há a permanência nas regiões com ocupações entre 70% e 80%. O dado é do Seade (Fundação Sistema Atual de Análise de Dados) do Estado de São Paulo.

Veja como estão os outros indicadores da região:
 

*Leitos UTI covid-19 por 100 mil habitantes: 27 (o nível crítico para regresso à fase vermelha seria abaixo de 3 leitos por 100 mil) 

*433 novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (a fase laranja inclui índices acima de 360 novos casos) 

*61,7 novas internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (a fase laranja inclui índices acima de 60 novas internações) 

*19,8 óbitos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias ( a fase laranja incluí índices acima de 8 óbitos por 100 mil habitantes) 

Também são analisados os indicadores de evolução da pandemia, como a incidência de novos casos, óbitos e internações. Nesta semana a variação semanal ficou em queda. Segundo o Seade houve queda de -6,8% de casos, -35,4% de mortes e de internações -12,1%.



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON