Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Ministro da Educação pergunta se deputados sabem o que é carteira de trabalho e causa confusão

A 'azulzinha' causou confusão na Câmara. O vice-presidente da 'Casa de Leis', Marcos Pereira, afirmou:"Eu me senti pessoalmente ofendido"

| FOLHAPRESS

O ministro Abraham Weintraub (Foto: Divulgação)
 

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, perguntou a deputados se eles sabem o que é uma carteira de trabalho, "a azulzinha", causou confusão na Câmara e levou bronca do presidente da sessão, Marcos Pereira (PRB-SP).  

"Queria dizer que eu fui bancário, trabalhei muito. Carteira assinada, a azulzinha, não sei se vocês conhecem", afirmou durante discurso nesta quarta-feira (15).  

A fala provocou gritos no plenário. O líder do PT, Paulo Pimenta (RS), subiu à mesa diretora. Ao mesmo tempo, o líder do PSL, Delegado Waldir (GO), disparou pelo plenário para fazer uma blindagem literal do ministro como barreira física.  

O vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira, que comanda a sessão na ausência de Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está voltando dos Estados Unidos, passou um pito em ministro e deputados. "Eu me senti pessoalmente ofendido", afirmou para Weintraub.  

O presidente do PRB, um dos principais líderes do centrão, pediu que ministro e deputados não fizessem perguntas fora do tema dos cortes nas universidades.  

"A mensagem que estão passando para a sociedade não é boa", disse, acalmando os ânimos. Weintraub responde a questionamentos de parlamentares no plenário da Casa depois de ser convocado, em articulação conjunta do centrão com a oposição. 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Mais do ACidade ON