Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Márquez vence prova emocionante na Holanda e dispara de vez na ponta da MotoGP

MotoGP etapa da Holanda Marc Márquez

| Estadao Conteudo

A MotoGP viveu neste domingo, na etapa da Holanda, em Assen, uma de suas provas mais emocionantes dos últimos tempos. Foi uma infinidade de ultrapassagens, troca de lideranças e manobras arrojadas, mas o resultado final foi o mais repetido nesta temporada: o espanhol Marc Márquez cruzou a linha de chegada na primeira colocação e disparou de vez na liderança da temporada.

Márquez largou na pole neste domingo, mas não venceu de ponta a ponta. Pelo contrário, em Assen, ele foi obrigado a mostrar seu poder de recuperação depois de perder a liderança na largada e, principalmente, após cometer um erro já na reta final. Terminou o percurso previsto em 41min13s863, mais de dois segundos à frente do pelotão que o perseguia.

Na frente deste pelotão, uma novidade. O jovem Alex Rins surpreendeu e alcançou apenas seu segundo pódio na categoria, sendo a primeira vez que termina na segunda colocação de uma prova.

Praticamente grudado em Rins, Maverick Viñales chegou na terceira colocação e completou o pódio. Ele chegou a liderar a prova deste domingo, assim como o quarto lugar Andrea Dovizioso. Valentino Rossi chegou a flertar com o pódio, mas errou na reta final e teve que se contentar com a quinta posição.

A grande surpresa do início da prova, porém, foi o veterano Jorge Lorenzo. O piloto de 31 anos simplesmente deixou a décima colocação e assumiu a liderança da corrida logo na largada, deixando para trás inclusive Marc Márquez. O tetracampeão mundial, porém, não se desesperou e logo recuperou a ponta.

Preocupado com o rival, Márquez não conseguia desgarrar, o que fez com que o pelotão que vinha atrás se aproximasse. Lorenzo recuperou a ponta, enquanto o líder do Mundial parecia perder potência e chegou a cair para quarto. Melhor para Rossi, que assumiu a segunda posição, e Dovizioso, em terceiro.

Os quatro se revezavam nas primeiras colocações, e a disputa fazia com que perdessem tempo. Foi aí que apareceu Alex Rins. Ele foi ganhando espaço, ultrapassando e chegou à segunda posição em linda ultrapassagem sobre Márquez, que gerou um toque na moto do multicampeão e fez com que ele caísse para quarto novamente.

A nove voltas para o fim, Lorenzo ainda era o líder. Mas o veterano perdeu muito desempenho na reta final. Dovizioso agradeceu e assumiu a ponta, mas apenas brevemente, porque rapidamente Viñales e Márquez o deixaram para trás. Rins seria mais a ganhar de Lorenzo, que deixou o pelotão.

Márquez assumiu a ponta a sete voltas para o fim e parecia ter o que era necessário para desgarrar, mas quando Viñales forçou uma ultrapassagem sobre ele, os dois saíram da pista e a ponta caiu no colo de Dovizioso, seguido de perto, agora, por Rossi.

Mas aí, Márquez mostrou porque é o tetracampeão e, apenas uma volta depois, buscou uma manobra arrojada para recuperar a ponta. Pressionado na briga pela segunda posição, Rossi também saiu da pista, mas sem a mesma sorte do líder. Melhor para Rins e Viñales, que confirmaram a segunda e a terceira posições, respectivamente, e subiram ao pódio.

Com o resultado deste domingo, Márquez chegou a 140 pontos, abrindo 41 de vantagem para o segundo colocado Rossi, a 11 provas para o fim da temporada. Viñales é o terceiro, com 93, seguido por Johann Zarco, com 81. A próxima etapa do calendário da MotoGP está marcada para o dia 15 de julho, em Hohenstein-Ernstthal, na Alemanha.

Veja também