Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Mercedes lamenta 'dia doloroso' e Hamilton reclama de novo erro de estratégia

Fórmula 1 GP da Áustria Mercedes Wolff Hamilton Bottas

| Estadao Conteudo

A Mercedes teve um GP da Áustria para esquecer neste domingo. Falhas técnicas e de motor e erros de estratégia fizeram a equipe ver seus dois pilotos abandonando uma prova da Fórmula 1 pela primeira vez desde o GP da Espanha de 2016. A vitória em Spielberg acabou caindo no colo do holandês Max Verstappen.

"Este é um dia tremendamente doloroso para nós. Para mim, pessoalmente, foi o mais doloroso em seis anos", reconheceu o chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff. "Tínhamos uma 'dobradinha' no grid de largada. Lewis fez uma grande primeira volta e depois tivemos dois abandonos. Isso não podia ser mais cruel para nós."

Neste domingo, o finlandês Valtteri Bottas largou na pole position e o inglês Lewis Hamilton saiu em segundo. O britânico assumiu a ponta logo no começo e Bottas, após perder posições, sustentava a segunda posição até um problema no motor acabar com sua corrida.

Na sequência, um erro de estratégia fez Hamilton voltar do pit stop em quarto lugar, quando o plano era retomar na primeira posição. Quando o piloto e a equipe lamentavam pela falha de cálculo, o inglês também sofreu um problema no motor e precisou deixar a corrida mais cedo.

Maior vítima das falhas da equipe, Hamilton não deixou de reclamar com a equipe, que já havia cometido erro semelhante no começo da temporada. "Eu preciso colocar 100% da minha confiança nos caras que estão no pit wall. Eles têm a imagem completa [da corrida]. Tudo o que eu consigo ver é o piloto na minha frente e o que está atrás de mim. Quando eu fui para a minha parada, não sabia onde eles estavam. Nestas circunstâncias, é preciso confiar totalmente nestes caras", criticou o inglês.

"Com certeza vamos precisar trabalhar duro para entender o que está acontecendo de errado, nos dois finais [de prova]", afirmou, referindo-se à falha anterior da Mercedes, em mesma situação. "Todo mundo está lamentando hoje na equipe, mas temos que tirar as lições positivas deste fim de semana. Fomos os mais rápidos, deveríamos ter ganhado a prova, agora temos que trabalhar duro."

Bottas também lamentou as falhas técnicas e o seu azar. No GP do Azerbaijão, ele liderava a corrida com tranquilidade quando um pneu furado acabou com suas chances de pódio. "A 'sorte' que estou tendo neste ano é quase uma piada ruim. Minha largada não foi o ideal. Tive problemas com o volante, perdi aderência e algumas posições."

O finlandês explicou que uma falha hidráulica acabou com a sua prova. "Não havia nada a fazer para evitar este abandono. Precisamos investigar e encontrar a causa do problema de hoje. Mas tenho certeza de que vamos nos recuperar deste resultado", declarou Bottas.

QUER CONTINUAR LENDO ESTE CONTEÚDO E MUITOS OUTROS? FAÇA SEU LOGIN OU CADASTRE-SE

Informe seu e-mail e senha cadastrados para ter acesso a todo conteúdo do site:

ainda não tem cadastro?
QUER LER ESSE CONTEÚDO? CADASTRE-SE

Informe seu Nome, E-mail e senha para se cadastrar no Acidade ON

Quero ser informado sobre promoções e ofertas do Acidade ON e seus parceiros
Aceito os Termos de Uso do Acidade ON

Veja também