Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Seleção masculina atropela a Sérvia e garante vaga à semifinal da Liga das Nações

Liga das Nações seleção brasileira masculina de vôlei Sérvia

| Estadao Conteudo

A seleção brasileira masculina de vôlei venceu com tranquilidade a Sérvia nesta quinta-feira, em Lille, na França, e garantiu vaga nas semifinais da Liga das Nações. O time de Renan Dal Zotto fez 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 28/26 e 25/19, e agora aguarda pela definição dos confrontos da próxima fase.

A classificação foi garantida pelo saldo de sets. O Brasil está no Grupo A e perdeu no dia anterior para a França por 3 sets a 2. Os franceses encaram os sérvios nesta sexta-feira, às 15h45 (de Brasília) no último jogo da chave. Caso a seleção anfitriã vença, o Brasil termina em segundo. Se perder, o time brasileiro garante a ponta.

Os destaques da vitória brasileira foram Wallace, com 16 pontos, e Lucão, com 15. Mas o time todo fez uma partida irrepreensível. O levantador Bruninho, curiosamente, fez três pontos de bloqueio. Lucas Loh fez grandes defesas, Douglas também foi decisivo no ataque e Maurício Souza substituiu Maurício Borges à altura, fechando o meio de rede.

No Grupo B, Estados Unidos e Rússia, que venceram a Polônia, estão classificados e duelam nesta sexta-feira, às 13h, para ver quem fica com a liderança da chave. As semifinais acontecem no sábado e a decisão da competição está marcada para domingo, às 15h45 (de Brasília).

Renan colocou em quadra uma equipe com duas mudanças em relação ao dia anterior. Douglas entrou no lugar de Isac e Maurício Souza substituiu Maurício Borges, que sofreu estiramento no ligamento cruzado do joelho direito no duelo contra a França. Completaram a equipe Bruninho, Lucas Loh, Wallace, Lucão e o líbero Thales.

Preocupado e não ir para casa mais cedo, o time brasileiro começou o jogo a mil por hora e aproveitou a desconcentração da equipe adversária para abrir vantagem no marcador. Em um erro de ataque de Ivovic, o Brasil fez 8 a 3. Wallace estava imarcável. Maurício Souza era um paredão e o levantador Bruninho ajudava na marcação na rede. Com um erro de saque da Sérvia, o time brasileiro fechou em 25 a 16.

O segundo set foi mais equilibrado, com as equipes caminhando juntas ponto a ponto. Destaque para uma defesa espetacular de Lucas Loh, Com o pé ele ainda mandou a bola para o lado adversário. Na sequência, ele correu para a rede e encaixou o bloqueio junto com Lucão fazendo 11 a 10 para o Brasil. Lucão também começou a aparecer no jogo. Foi dele o 27º ponto em um ataque. E também o 28º, com um ace que fechou o set.

A Sérvia esboçou uma reação no terceiro e chegou a ficar na frente do marcador no início. Mas cometeu duas falhas e o Brasil se aproveitou para voltar ao comando do jogo. Em um erro de saque sérvio, o time sul-americano fez 13 a 12. Na sequência houve um erro de posicionamento dos europeus e a equipe de Renan abriu: 14 a 12.

Com um ponto de saque de Lucão, a seleção brasileira aumentou a vantagem para 19 a 15. A partir daí foi só administrar o placar. A vitória veio após grande rally. William fez uma defesa espetacular com o pé e, no ataque de Douglas, fechou em 25 a 19.

Veja também