Publicidade

Gravidez e bebê

Quartinho do bebê: como montar um ambiente acolhedor

Referências e adaptações, pesquisa, prazo, iluminação, paredes... e mais algumas dicas que BabyHome preparou para você!

| ACidade ON -

Planejar o quarto do seu bebê é, sem dúvida nenhuma, um dos momentos mais bonitos e cheios de magia da gestação. Afinal de contas, pensar nos móveis, na cor das paredes e nos enfeites e brinquedos é, na prática, a materialização de um sonho. Muito em breve o seu filho estará ali, dormindo na mais profunda paz no berço comprado com amor, ou sorrindo e soltando gritinhos de alegria enquanto é vestido para passear sobre o trocador ideal que tanto você procurou. 

Não é necessário, porém, gastar muito dinheiro para "preparar o ninho". E, tampouco, se preocupar se o quarto do bebê for pequeno. Com criatividade e organização, dá para tornar o cômodo bonito e aconchegante. 

BabyHome separou algumas sugestões para essa deliciosa missão: 

1) Referências e adaptações
Não é porque o seu orçamento é apertado que você vai deixar de ver referências em revistas, aplicativos, no Instagram ou no Pinterest. Aproveite as ideias e adapte-as para a sua realidade. Uma pintura com moldes (nuvens, estrelas, corações), adesivos ou um mosaico pintado com o auxílio de fitas (para delimitar as linhas retas) podem substituir um papel de parede, por exemplo. 

2) Pesquisa
Faça uma pesquisa de preços, porque os valores costumam variar bastante. E não deixe de checar com os seus próprios olhos a qualidade e as dimensões de produtos que viu na internet, para conferir se são mesmo aquilo que imaginava.

3) Considere os prazos
Programe-se para olhar tudo com calma e antecedência. Várias lojas pedem prazos acima de 30 dias para entregar móveis. O conselho serve também para quartos planejados, com móveis executados por marceneiros. Com tranquilidade e planejamento, você não vai precisar se preocupar durante o terceiro trimestre, quando descansar e se preparar para o parto será fundamental. 

4) Iluminação do quarto do bebê
O ambiente ideal para o recém-nascido deve ter luz natural, ser arejado e livre de umidade. À noite, o quartinho deve receber a luz fraca ou indireta de um abajur ou de um dimmer. E mais: o quarto do bebê precisa ser funcional e ter espaço suficiente para a circulação de pessoas. 

5) Paredes
É aconselhável pintar as paredes do quarto com tinta acrílica, mais resistente, e em tons pastel, que dão tranquilidade ao bebê. Papéis e adesivos de parede de cores claras também são uma boa ideia.
+ Como montar a lista de enxoval do bebê 

6) Persiana e piso
Evite carpetes, tapetes e cortinas que acumulam pó. Dê preferência a persianas e piso de vinil, que podem ser limpos com pano úmido. Pela mesma razão, não povoe o ambiente com muitos bichos de pelúcia. 

7) Móveis
Os móveis básicos para compor o quarto do bebê são: berço, cômoda (cuja parte de cima pode servir como trocador) e armário. A cadeira ou poltrona de amamentação também costuma ser recomendada, pois oferece comodidade na medida certa, mas você pode adotar a própria cama ainda mais nos primeiros dias pós-parto ou um sofá da sala sem maiores problemas, desde que sejam confortáveis e não prejudiquem suas costas. Lembre-se: quartos de criança precisam ser arejados e fáceis de limpar. 

8) Medidas
Antes de ir às compras, tire das medidas do quarto do bebê, incluindo as das paredes da janela. Não se esqueça de considerar o espaço para abrir portas de armário e gavetas.

9) 3 em 1 e 2 em 1
Explore a possibilidade de um berço versátil. Alguns modelos trazem trocador acoplado e algumas gavetas. Outros se convertem em camas de solteiro, cama com bicama e até escrivaninhas. 

10) Cômoda
Ao analisar as cômodas, tenha em mente que aquelas roupas bem pequeninas e que ocupam pouco espaço só vão ser usadas por poucos meses. Em pouco tempo, você vai precisar acomodar roupas maiores e mais volumosas. As gavetas também devem servir para guardar fraldas descartáveis, fraldas de pano, panos de boca, toalhas, etc.
Se não houver divisórias, adote pequenas caixas organizadoras. Verifique se a parte usada como trocador tem bordas de segurança. E leve em consideração que itens e utensílios de higiene lenços umedecidos, algodão, garrafa com água morna, pomadas devem ficar sempre perto do trocador e à mão.

11) Poltrona de amamentação
A poltrona ou cadeira de amamentação precisa ser forrada com um tecido fácil de limpar, como couro sintético ou natural. Dica importante: escolha uma cor neutra ou que permita o reaproveitamento do móvel em outra parte da casa no futuro. 

12) Mesinha
Se possível, use um cantinho no quarto para colocar um abajur, um copo e uma jarra de água para você enquanto amamenta, mamadeira e até um pequeno aparelho de som. Uma estante de livros baixa pode ser bem funcional e servir também de mesinha. 

13) Mosquiteiro
Ao comprar o berço verifique se ele tem varão para colocar o mosquiteiro se não tiver, instale um suporte no teto para acomodá-lo. O mosquiteiro é uma boa solução para os primeiros meses, quando o bebê não pode usar nenhum repelente. Opte por um modelo de mosquiteiro de tule, mais prático e fácil de lavar. Mas tenha cuidado para não deixar ao alcance da criança, que corre o risco de se enrolar nele. 

14) Colchão
Pergunte se o valor do berço inclui ou não o colchão. Não se esqueça de comprar também um protetor impermeável. Importante saber: bebês pequenos não devem dormir cobertos por mantas grossas, cobertores ou edredons, que esquentam demais e podem sufocar. O melhor é deixar o corpinho aquecido com as próprias roupas e cobrir a criança apenas com uma manta de tecido leve, depois de revestir o colchão com lençol de algodão. Travesseiro não é necessário no primeiro ano de vida. 

15) Kit berço
O kit berço, composto de cabeceira e duas laterais para o berço, não é aconselhado pela Sociedade Brasileira de Pediatria, nem pela Academia Americana de Pediatria, pelo risco de sufocamento. Da mesma forma, nenhuma almofada, travesseiro ou bicho de pelúcia deve ficar dentro do berço. Além disso, eles podem ser usados como apoios para a criança escalar, sob o risco de cair do berço. 

16) Enfeite de porta
Se já estiver planejando o enfeite da porta do quarto da maternidade e as lembrancinhas para quem for visitá-la, pense na possibilidade de um tema que combine com o quartinho. Depois, é só incluir o acessório na decoração ou na própria porta do quartinho. 

17) Kit higiene
Além dos kits de higiene prontos à venda nas lojas, você pode aproveitar uma bandeja antiga, potes de vidro ou porcelana e até caixinhas de bijuterias para montar um personalizado e exclusivo para o quarto do seu filho. 

18) Quadros e fotos
Fotos antigas, gravuras, pedaços de tecido e até um desenho feito por você na infância podem receber uma moldura e se transformar em lindos quadrinhos. 

Quer saber mais? BabyHome tem uma newsletter gratuita, para você saber como seu bebê se desenvolve na barriga, semana a semana. Saiba como assinar aqui.

Mais notícias


Publicidade