Aguarde...
Mundo dos Bichos

MEIO AMBIENTE

Dia do protetor das florestas

Não tem como falar em proteger florestas e não lembrar da figura icônica do folclore brasileiro, o Curupira

| Mundo dos bichos

Ele que é uma espécie de duende, possui olhos e cabelo cor-de-fogo, tem os pés virados para trás, mora na floresta e tem o hábito de pregar peças em quem entra na mata com a intenção de desmatar ou de caçar seus animais. Os agressores são atraídos por essa figura para dentro da mata, se perdem pelo caminho e nunca mais retornam. A lenda também conta que os indígenas costumam levar presentes para evitar o terrível ataque do Curupira.

Mesmo que esta figura seja apenas uma lenda, existem diversos profissionais que se comprometem com a proteção das nossas florestas. Chico Mendes e Dorothy Stang são figuras que se destacaram por suas bandeiras de luta contra o desmatamento e destruição das florestas e infelizmente perderam suas vidas batalhando pela causa ambiental.

Segundo o Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 2021, o Brasil atingiu o desmatamento recorde na Amazônia. Foram 580 km² de área desmatada, o equivalente a 58 mil campos de futebol. Em 2020, o desmatamento anual já havia atingido 11.088 km², índice recorde desde 2008.

O Brasil é o 3º país mais letal do mundo para ativistas ambientais, perdendo apenas para Colômbia (1º lugar) e Filipinas (2º lugar), segundo a ONG Global Witness. Em 2019 o país registrou 24 assassinatos de ambientalistas, 4 a mais do que em 2018. Ou seja, ser um curupira é uma profissão perigosa e nada fácil atualmente.

O curupira pode ser apenas uma lenda, mas os defensores das florestas existem de verdade e cada dia se torna mais necessário defender o nosso patrimônio ambiental. Por isso, nesta data, faça a sua parte e participe de iniciativas para a proteção das florestas.