Aguarde...
ON Run

onrun

Por que não vemos atletas acima do peso?

Pessoas acima do peso sofrem na prática de atividade física pela questão cultural e social e não por preguiça

| ON Run

   

Por que não vemos atletas acima do peso? Crédito EPTV

A corrida de rua e uma das práticas mais democráticas que existe. Você pode realizá-la em muitos lugares, depende de pouco investimento, qualquer um pode participar dos principais eventos esportivos, além de poder ser feito sozinho, com horários e dias extremamente flexíveis, não sendo necessário agendar um espaço para correr. Todas as classes sociais, credos e torcidas estão representadas em um evento de corrida de rua. 

Mas quem está com sobrepeso pode fazer corrida, tem alguma contraindicação, qual o motivo de vermos poucas pessoas com esse perfil participando das corridas de rua?
Acredito que é mais pela questão cultural e social do que pela preguiça de se exercitar. Quando criança e adolescente, eu tinha amigos com sobrepeso, gordinhos que praticavam muita atividade física, em alguns casos estavam sempre entre os primeiros a serem escolhidos.   


Ao assistir, principalmente nos jogos olímpicos, atletas com sobrepeso participando, pode parecer um pouco estranho e até o próprio locutor solta algumas piadas, dizendo que esse atleta não fez a pré-temporada e etc. Imagine uma pessoa que está nessa situação e ouve com frequência os questionamentos por parte dos familiares e amigos próximos para fazer uma atividade física, ela se anima e vai até a loja comprar uma roupa de ginástica, mas não tem o seu tamanho, se for menina, na maioria das vezes a vendedora oferece uma roupa masculina.  

Ao se matricular em uma academia, que é a orientação ideal e a mais comum, até porque a musculação não é um esporte e sim uma preparação física para você praticar uma modalidade esportiva. Ao chegar, a pessoa sente que está no lugar errado, seja pelos olhares pouco amigáveis, piadinhas de mau gosto ou a falta de atenção do professor, pelo ambiente com pessoas de corpos malhados. Jovens, em sua grande maioria, preferem o trabalho do personal, assim ficam mais à vontade para iniciar, até porque podem ser atendidos também em casa. Mas nem todos podem pagar pelo serviço.   


Mesmo em uma atividade física ao ar livre, com um grupo ou mesmo participar de uma assessoria de corrida, não é uma tarefa das mais fáceis para quem está com sobrepeso ou é gordinho.
Nesse caso, reforço que o que afasta em sua grande maioria esse grupo da pratica esportiva não é a preguiça, mas sim a falta de incentivo da sociedade para receber, em minha opinião, quem mais precisa. Negligenciar a qualidade, seja no atendimento ou mesmo oferecendo um serviço ou produto a esse grupo, é quase uma culpabilização da vítima, pois, na maior parte das vezes, foi a nossa sociedade que aproximou algumas dessas pessoas de terem um estilo de vida desfavorável.  

Penso que a corrida é para todos, mas nem todos devem começar correndo. As adaptações e orientações devem ser para todos, assim como um magrinho precisa se adaptar, quem está com sobrepeso também. Tenho muitos alunos que estão fora do padrão para corredores, sejam olímpicos ou mesmo amadores, mas correm e são felizes por poderem correr em seu ritmo, em seu pace, tendo os mesmos benefícios e sentido prazer e vontade de continuar a praticar a corrida dia após dia!  

Quer ler mais sobre o assunto clique aqui, Quer iniciar na corrida? clique aqui 

Um forte abraço e bons treinos! 








Mais do ACidade ON