Publicidade

onrun

Conheça o treinador esportivo que ajudou a Dilma Rousseff a perder 23 kg

Edilberto Barros treina atletas profissionais e trabalhou durante 30 anos como educador físico da Presidência da República

| Especial para o ON Run -

 

Conheça o treinador esportivo que ajudou a Dilma Rousseff a perder 23 kg. Crédito: Dida Sampaio.
 O treinador esportivo Edilberto Barros, de 59 anos, nascido no Maranhão e começou na carreira praticando a corrida de rua em Brasília, onde mora há 42 anos.  

Apesar disso, nunca conseguiu se dedicar tanto porque trabalhava e estudava ao mesmo tempo. Chegou a participar de muitas corridas em pista e na rua, tendo sido campeão Brasiliense dos 3 mil metros com obstáculos e de algumas corridas de rua, mas logo foi servir ao exército por um ano.


Sempre nesse ritmo de conciliar o estudo pela noite e o trabalho pelo dia, só lhe restava o período do almoço para treinar. Em paralelo aos compromissos, o educador físico começou a treinar pessoas de forma voluntária. 

"O primeiro foi em 1986, um colega de trabalho que estava com sobrepeso e foi um sucesso, porque além de emagrecer ele começou a competir e até hoje, com 63 anos, ainda possui uma performance muito boa", conta o treinador que desde então sempre realizou alguns trabalhos voluntários.


Edilberto voltou a estudar nos anos 80, após o nascimento da filha, fazendo especialização, mestrado e doutorado.  

Nos anos 90, começou a fazer um trabalho comunitário com a comunidade da cidade satélite de Paranoá, onde treinou pessoas com capacidade de desempenho de alto rendimento, chegando a formar, em 1993, o primeiro campeão brasileiro e sul-americano na corrida de obstáculos, que conquistou bons resultados mesmo vindo de uma família carente, onde seus outros dois irmãos também se destacaram no atletismo, mesmo com um histórico familiar complicado e cheio de obstáculos.
Edilberto treina Lucélia Peres, a última brasileira campeã da São Silvestre. Crédito: Arquivo pessoal. 

Nesta mesma comunidade, no terceiro grupo em que treinou, apareceu Lucélia Peres, um nome importante no atletismo brasileiro.  

Ela foi a última brasileira campeã da São Silvestre, no ano de 2006. Edilberto conta que atualmente ela está encerrando a carreira de alto rendimento, tendo competido de 1993 até o ano de 2018. 

"Foi nesta época em que minha carreira deslanchou e eu comecei a fazer vários cursos na área do atletismo. Até hoje faço esse trabalho voluntário e atualmente treino um grupo que também apresenta bons resultados", conta o educador físico.


O treinador trabalhou como educador físico durante 30 anos, ocupando a posição de Chefe do Setor de Educação Física do Palácio do Planalto, período em que ficou à disposição de vários presidentes do Brasil, e outras autoridades e funcionários do local.  

Ele ressalta que seu trabalho mais gratificante e que mais apresentou resultados foi com a ex-presidente Dilma Rousseff. 

"Ela seguia os treinos direitinho e se dedicou com empenho, andava de bicicleta todas as manhãs e como resultado obteve redução de gordura corporal, chegando a perder 23 kg", conta Barros, que ajudou a presidente recuperar sua saúde neste meio tempo.

Para ele, é gratificante quando, tanto atletas profissionais quanto amadores, conseguem atingir metas.  

Atualmente ele é professor para formação de treinadores pelo Centro de Desenvolvimento da Área Sul-Americana da World Athletic e continua treinando na comunidade de forma voluntária, entre os destaques do momento está Matheus Américo Pessoa, bi-campeão Brasileiro dos 800 m e campeão sul-americano indoor dos 1.500 m.  

"Eu vejo que atletas de elite conseguem mostrar seu talento e, conseguindo com isso, ascensão social, no caso dos carentes, e com a chance de mudar de vida através do esporte.  

Já consegui bolsa de estudos e muitas outras coisas para pessoas carentes que talvez não tivessem essa oportunidade. E os atletas amadores, tenho admiração pela questão de que eles correm por prazer e para preservar a saúde e qualidade de vida", relata Edilberto que acredita que o importante é conseguir atingir os objetivos. 




Mais notícias


Publicidade