Aguarde...

cotidiano

Entidade de Ribeirão que acolhe dependentes pede doações

Comunidade Amostra é a única a atender exclusivamente mulheres com a doença na cidade; Instituição também necessita de voluntários

| ACidadeON/Ribeirao

A comunidade Amostra fica na zona Sul de Ribeirão Preto (Foto: Divulgação / Rede social)

A psicóloga e coordenadora da comunidade terapêutica Amostra, Caroline Gaona, pede ajuda a novos voluntários e diz que o projeto necessita de doações durante a pandemia, em Ribeirão Preto. A OSC (Organização da Sociedade Civil), instalada na zona Sul, é a única instituição que acolhe exclusivamente mulheres dependentes de álcool e drogas na cidade. (veja abaixo como ajudar)

No tratamento voluntário, as pacientes, atendidas em situação de vulnerabilidade social, têm as despesas custeadas por um programa do Governo de São Paulo, o Recomeço: uma vida sem drogas.

"A gente agradece muito pela ajuda de qualquer tipo de voluntário, seja se a pessoa queira vir até aqui para ministrar algum curso profissionalizante, fazer crochê ou trazer uma palavra às nossas pacientes. Também aceitamos qualquer tipo de doação, seja de alimentos, roupas ou dinheiro", afirmou a psicóloga. 
 
CLIQUE E SAIBA O QUE É NOTÍCIA EM RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO 
 

Número de voluntários caiu durante a pandemia, diz coordenadora da comunidade (Foto: Divulgação / Rede social)
A comunidade passou a atender o público feminino apenas no ano passado. Fundada em 2009, a instituição ficava no distrito de Bonfim Paulista e oferecia tratamento somente a homens com dependência química.

"É realizado tratamento psicossocial, com foco no retorno da mulher para a sociedade como uma pessoa saudável e produtiva, cuidando da saúde física mental e social dela. Os vínculos familiares, sociais e profissionais são fortalecidos, com auxílio da equipe técnica. O tratamento dura aproximadamente 6 meses, avaliado e construído junto a acolhida, favorecendo a autonomia e responsabilização sobre o processo de mudança", contou Gaona.

Em função da pandemia, a capacidade de atendimento da OSC caiu de 25 para 19 moradoras. Atualmente, todas as vagas estão preenchidas.

Quem quiser realizar algum tipo de doação pode ir até o imóvel, na rua Teresa Nomura Yamada, 824, ou fazer transferência bancária. (confira abaixo)

Informações sobre o voluntariado também podem ser esclarecidas pelo telefone (16) 981394379 ou pelas redes sociais.
 

SERVIÇO
Comunidade Amostra, em Ribeirão Preto

Local: rua Teresa Nomura Yamada, 824 - Recreio das Acácias
Informações: (16) 981394379, site ou redes sociais
Dados bancários: PIX (Chave PIX: CNPJ 11.110.486/0001-37) ou transferência à Associação para Auxílio de Dependentes Químicos - Banco do Brasil; Agência 2891-6; Cc 36802-4


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON