Aguarde...

cotidiano

Oncologia da Santa Casa opta por teleatendimento para preservar pacientes

Os atendimentos presenciais em Araraquara tiveram queda de 34% desde o início da pandemia do novo coronavírus

| ACidadeON/Araraquara

Santa Casa de Araraquara realiza atendimentos à distância para alguns pacientes com câncer (Foto: Arquivo/ON)
O setor de oncologia da Santa Casa de Araraquara aderiu a telemedicina para preservar a saúde dos pacientes que estão em tratamento e que fazem parte do grupo de risco, como os idosos.  

Desde março os atendimentos presenciais de pacientes oncológicos caíram 34% em relação ao mesmo período do ano passado. Entende-se por atendimento o retorno de pacientes em consultas e tratamentos médicos que já eram realizados antes da pandemia.

O diretor da Santa Casa Rogério Bartkvicius explica que a medida foi adotada para preservar a saúde dos pacientes, principalmente aqueles que estão em grupos de risco e com a saúde mais debilitada, como os idosos ou pessoas com comorbidades.  

"A Santa Casa manteve os atendimentos para os pacientes da oncologia normalmente, mas os pacientes de grupo de risco foram orientados a seguir o acompanhamento a distância", explica.

Na Santa Casa De Araraquara, único hospital de referência Sistema Único de Saúde (SUS) na região, os pacientes chegam por encaminhamento das unidades básicas de saúde.

Por isso, os exames realizados na unidade de diagnóstico são tão importantes, já que possibilitam que o paciente seja encaminhado o mais rápido possível. "Paciente é encaminhado, já que a maioria dos casos de câncer é descoberto nas consultas da saúde básica e depois o paciente é encaminhado para o serviço especializado", explica.

ISOLAMENTO É IMPORTANTE 
A médica oncologista da Santa Casa, Raquel Pedro Moreira, explica que é de extrema importância que os pacientes cumpram à risca o tratamento, mesmo que à distância, e se mantenham em constante contato com os profissionais do hospital durante a pandemia.

"Por si só o câncer já isola um pouco a pessoa, os pacientes já tem essa rotina de evitar aglomeração, são mais protegidos", afirma ela.  

Para manter o tratamento de pacientes, a Santa Casa De Araraquara firmou parcerias com as secretarias municipais de saúde, que prevê a entrega de medicamentos em casa.  

Na avaliação da médica oncologista, Raquel Pedro Moreira, a telemedicina é uma realidade que tende a se manter mesmo após a pandemia. "Vamos fazer muito isso a partir de agora porque é uma coisa que funcionou e precisamos fazer mais porque é uma proteção ao paciente, claro que não vai substituir os exames e as consultas presenciais, mas algumas coisas dá para fazer a distância", reforça.

Mais do ACidade ON