Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Noticias

RMC tem 5 cidades com desemprego acima da média nacional

Em Campinas, o índice é de 11,45% (85 mil pessoas), o que significa que a cada 14 moradores da cidade, um está desempregado

| ACidadeON Campinas

Pessoas olham anúncios de vagas em poste. Foto: Código 19

A RMC (Região Metropolitana de Campinas) tem cinco cidades com índices de desemprego acima da média nacional, segundo estimativa divulgada nesta terça-feira (30) pela Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas).

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o trimestre fechado em fevereiro terminou com 12,4% da população desempregada aproximadamente 13,1 milhões de pessoas).

Morungaba (17,1%), Paulínia (16,9%), Vinhedo (15,2%), Nova Odessa (13,9%) e Jaguariúna (13,7%) tem índices maiores, segundo a estimativa da Acic (veja lista completa abaixo).

Em Campinas, o índice é de 11,45% (85 mil pessoas), o que significa que a cada 14 moradores da cidade, um está desempregado. A média de desemprego na região é de 10,7%, o equivalente a 220,2 mil pessoas - é como se a população inteira de Hortolândia estivesse desempregada.

Marcelo Gazzano, economista da consultoria AC Pastore, diz que os números ainda indicam um processo bem lento de recuperação do mercado de trabalho. "Não vi nada de novo, que possa alterar esse cenário. Segue o jogo", diz o economista.
 

Gráfico mostra dados das cidades da região.

Thiago Xavier, economista da Tendências, diz que a retomada econômica faz com que o mercado de trabalho também reaja muito lentamente e esse quadro se mantém num prazo mais longo, o que é preocupante, diz ele, em especial porque a retomada da economia deve ocorrer puxada pelo consumo das famílias.

INFORMALIDADE

O levantamento da Acic também mostra a divisão entre o emprego formal e informal na RMC. O número de informais é 12,9% maior que os trabalhadores com contrato em carteira - são 970.754 informais contra 859.355 formais.

Mais do ACidade ON