ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Cotidiano

Grupo expõe vereadores que não votaram pela CPI da Saúde

Nesta manhã um grupo de cidadãos colaram cartazes com a imagem dos vereadores que não assinaram a CPI da Saúde

| ACidadeON/Campinas

Um grupo colou cartazes com a imagem dos vereadores que não assinaram a CPI da Saúde (Foto: Divulgação) 

Na manhã desta quarta-feira (16) um grupo de cidadãos integrantes da organização Minha Campinas fizeram um protesto em frente a Câmara de Vereadores. Eles colaram cartazes com a imagem dos vereadores que ainda não assinaram a CPI da Saúde. Há duas propostas desde o final do ano passado por dois vereadores da casa, Pedro Tourinho (PT) e Tenente Santini (PSD).

"Precisamos que os vereadores cumpram a função fiscalizadora do cargo e assinem a abertura da CPI. A cada dia surge uma evidência nova do esquema de corrupção e o mínimo que nossos representantes devem fazer é investigar. " disse Marcelo Nisida, mobilizador da rede Minha Campinas.

Os cartazes denunciam quais são os vereadores que não apoiaram a abertura da CPI pelos vereadores e dizem que estão de braços cruzados. Até agora, um dos pedidos conseguiu apenas oito das 11 assinaturas necessárias para abertura - que que não requer votação para ser aberta. Com a ação o grupo pretende fazer pressão nos parlamentares para conseguir as três assinaturas restantes.  
 
Cerca de duas horas depois da colagem, os cartazes foram rasgados. O grupo vai voltar depois para realizar uma pintura no muro. 

O Ministério Público investigam desvios de recursos da saúde na Operação Ouro Verde. No dia 30 de novembro do ano passado foram executados 33 mandados de apreensão e busca em sete cidades de SP, incluindo Campinas. Na cidade, os mandados foram no Hospital Ouro Verde, na Prefeitura e no condomínio Alphaville.

Na internet foi criado um site da campanha que pede a abertura da CPI para os vereadores (https://www.cpidasaude.minhacampinas.org.br/). Nele a população pode enviar um email para todos os vereadores que ainda não assinaram favorável. Até o momento, já foram enviados mais de 1700 emails para 25 dos 33 vereadores da casa.

Veja também