Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Massacre da Catedral levou 2 minutos; polícia analisa imagens

A informação é da Polícia Civil que teve acesso as imagens do circuito de segurança interno da igreja

| ACidadeON Campinas

O delegado Hamilton Caviola Filho durante entrevista na Catedral (Foto: Renan Lopes/ACidade ON)

O atirador que matou quatro pessoas e cometeu suicídio no começo da tarde desta terça-feira (11) dentro da Catedral Metropolitana de Campinas entrou ao final da missa, chegou a sentar em um dos bancos, a cerca de 10 metros da porta da igreja, e depois de uns 10 minutos se levantou. Na sequência ele saiu atirando contra os fiéis que estavam no local. A missa começou ao meio-dia e o ataque ocorreu pouco depois das 13h.

A informação é da Polícia Civil, que teve acesso às imagens do circuito de segurança interno da igreja. O atirador teria cerca de 30 anos.

O homem, que ainda não foi identificado, teria usado uma pistola automática 9mm para atirar contra as vítimas. Ele guardava também, na cintura, um revólver calibre 38 que não foi usado no ataque.

Segundo o delegado Hamilton Caviolla, do 1º Distrito Policial, o atirador andou pela igreja atirando, sem um foco fixo, mas sim em quem aparecesse a sua frente.

As três primeiras vítimas estavam sentadas no banco atrás dele. A polícia acredita que o ataque foi premeditado. "Ele chegou para matar, apesar de ser premeditado, os tiros foram aleatórios", afirmou o delegado baseado nas imagens.   

A ação durou menos de dois minutos e a polícia afirmou que ele usou dois pentes da pistola durante a ação.

Ele só parou ao ser baleado por um policial militar que estava do lado de fora da igreja e que foi avisado por pessoas que presenciaram o ataque. Após ser baleado o atirador caiu e atirou contra a própria cabeça.  
 
O secretário de Segurança Pública de Campinas, Luiz Augusto Baggio, afirmou que até o princípio o ataque não teve motivo específico. Ele afirmou que o homem ainda não foi identificado.

"Ainda não sabemos a história do atirador. Vamos aguardar para identificar e tentar entender um pouco o motivo, até para poder fazer prevenções", afirmou ele.
 


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON