Aguarde...

cotidiano

Unicamp cai 15 posições em ranking internacional de desempenho

Ranking da Times Higher Education (THE) colocou Unicamp em 55ª posição; ano passado universidade estava em 40ª

| ACidadeON Campinas

Vista aérea da Unicamp, de Campinas (Foto: Divulgação/Antoninho Perri)

 
***matéria atualizada às 19h41 do dia 19/2 

A Unicamp caiu 15 posições em um ranking que avalia o desempenho de universidades entre os países de economia emergente. A classificação foi divulgada nesta terça-feira (18) pelo Times Higher Education (THE) e a universidade ficou na 55ª posição. Em 2019, a Unicamp havia ficado em 40º posição. 

A USP (Universidade de São Paulo) teve o melhor desempenho entre as instituições brasileiras, e ocupa a 14ª colocação. Em 2019, a USP ficou na 15ª colocação. 

O THE classificou 533 instituições de ensino. Entre estas, 46 são brasileiras, sendo 39 públicas, o que representa 85%. O Brasil, de acordo com a classificação, teve o terceiro melhor desempenho, ficando atrás apenas da China e da Índia. O ranking do THE utiliza como parâmetro de análise índices de ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e internacionalização.  

Um total de 45 países entrou no ranking das economias emergentes, tanto aqueles classificados como emergentes avançados, como no caso do Brasil, quanto os classificados como emergentes secundários e de fronteira.  

A UNICAMP 
 
O secretário de comunicação da Unicamp, Peter Shulz afirmou que a universidade está com a mesma média da pesquisa do ano passado. O que ocorreu é que mais universidades de outros entraram para o ranking e a classificação ficou pulverizada. "A nota da Unicamp não caiu. O que aconteceu é que entraram mais universidades de outros países que não estavam no ano passado. A nota é a mesma", afirmou.   

No ano passado participaram da pesquisa 442 universidades de 43 países, neste ano foram 533 instituições de 47 países.

Mais do ACidade ON