Publicidade

cotidiano

Campinas recupera R$ 7,4 milhões levados em golpe e retira ação contra banco

Segundo a Prefeitura, a recuperação ocorreu por meio de um entendimento com o Banco do Brasil

| ACidadeON Campinas -

Prefeitura conseguiu recuperar o dinheiro perdido em banco (Foto: Denny Cesare/Código19)

A Prefeitura de Campinas informou na manhã desta terça-feira (6) que recuperou o valor total de R$ 7,4 milhões, que havia sido retirado de forma fraudulenta de uma conta mantida pelo município no Banco do Brasil. O golpe sofrido pela Administração foi divulgado no dia 28 de junho

Segundo a Prefeitura, a recuperação ocorreu "por meio de um entendimento com o Banco do Brasil". A Administração tinha sido vítima de golpe no último dia 25 de junho. Tanto o Executivo como a Polícia Civil investigam o caso. 

Uma parte do dinheiro - R$ 1 milhão - já havia sido recuperado na semana passada. Já hoje, a Prefeitura informou que foram recuperados mais R$ 6,4 milhões. Em razão disso, segundo a Administração, foi retirada a ação indenizatória que a Prefeitura havia movido contra o banco. O processo pedia que o município fosse ressarcido dos prejuízos causados. 

"A recuperação desse dinheiro é muito importante principalmente em um momento de pandemia, quando o município tem gastado muito dinheiro com atendimento na rede hospitalar e com as síndromes gripais nas unidades básicas e nos hospitais", disse o prefeito Dário Saadi (Republicanos). 

O GOLPE 

De acordo com a Administração, o valor foi retirado no dia 25 de junho de uma conta da Prefeitura no Banco do Brasil. A quantia foi transferida para dezenas de contas de pessoas físicas e jurídicas. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. 

Segundo a Prefeitura, a identificação do golpe ocorreu após servidores de carreira da Administração Municipal terem comunicado o desfalque à Secretaria de Finanças. Em seguida, a Administração acionou o banco e, depois, comunicou o golpe à Polícia Civil.  

OUTRO LADO

O Banco do Brasil foi procurado pela reportagem, e em nota disse que "não houve falhas em seus sistemas de segurança e que segue colaborando com as investigações policiais com o repasse de informações no escopo de sua atuação".  

O banco ainda reforçou a necessidade dos cuidados com a atuação de golpistas e alerta aos seus clientes para a importância de manter suas credenciais de contas (senhas e códigos de acesso) em total segurança, bem como quanto ao uso de equipamentos confiáveis, livres de vírus e programas de captura de senhas. 

Também foi solicitado à SSP (Secretaria de Segurança Pública) atualização sobre a investigação do golpe. Essa matéria será atualizada assim que houver o retorno. 

Mais notícias


Publicidade