Publicidade

cotidiano

Campinas amplia vagas em abrigos com apoio de igrejas

Oferta aumentou de 220 para 280 vagas em abrigos, o que representa uma alta de 27,2%

| ACidadeON Campinas -

Camas do Samim (Foto: Divulgação/PMC)
Campinas ampliou o número de vagas para o acolhimento de pessoas em situação de rua com a participação da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe e o projeto "Há Esperança". 

Segundo a Administração, cada novo local dispõe de 30 vagas caga. Com isso, a oferta de abrigo aumentou de 220 para 280 leitos disponíveis, o que representa uma alta de 27,2%. 

De acordo com um balanço da Prefeitura de Campinas, na noite da última quarta-feira (18), foram acolhidas 209 pessoas, sendo 74,6% da capacidade total de acolhimento na cidade.  
 
LEIA MAIS 
 
Frio: máxima em Campinas não passa de 14ºC, a menor em maio desde 1989 
Mesmo com frio intenso, abrigos de Campinas ainda têm vagas 
Cepagri registra 6,3ºC em Campinas, temperatura mais baixa do ano

VAGAS DISPONÍVEIS 

Além das 60 vagas disponibilizadas pela paróquia e pelo projeto, há 120 vagas existentes no Samim (Serviço de Atendimento ao Migrante, Itinerante e Mendicante) localizado na Avenida Francisco Elisiário, 240, no Bonfim, e 100 vagas Casa da Cidadania, que funciona emergencialmente e fica na Rua Francisco Teodoro, 138, na Vila Industrial. 

Os abrigos recebem pessoas em extrema pobreza e em situação de rua. O acolhimento é entre 18h e 19h. Mas o Samim e a Casa da Cidadania recebem gente do SOS Rua depois desse horário, assim como do Projeto Amigos no Trecho. 

Durante a Operação Inverno, iniciada neste mês, o período de acolhimento do serviço passa a ser das 8h à 0h - veja detalhes abaixo.

OPERAÇÃO INVERNO 

Desde 1º de maio, a Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas lançou a Operação Inverno, serviço de acolhimento a pessoas em situação de rua no município por meio do SOS Rua. A Operação Inverno se estende até o dia 30 de setembro. 

Segundo um balanço da Prefeitura, até o dia 15 de maio, foram realizadas 988 abordagens, além da entrega de 1399 cobertores e o encaminhamento de 171 pessoas para abrigos. O abrigo extra da Casa da Cidadania, ampliação anunciada em 5 de maio, que começou ofertando 40 vagas, abriga atualmente cerca de 80 pessoas. O dia de maior movimento até agora foi ontem (18), com 209 pessoas abrigadas. 

Durante a Operação Inverno, o período de acolhimento do serviço SOS Rua passa a ser das 8h à 0h. O objetivo é acolher essas pessoas e, se elas aceitarem, as encaminhar aos serviços da rede de proteção, de assistência social e de saúde do município. O SOS Rua conta com equipe multidisciplinar composta por assistentes sociais, psicólogos e educadores que atuam diretamente nas ruas. 

Desde a primeira semana do mês, reforçando a ação da Operação Inverno, o Bagageiro Municipal ampliou em mais duas horas o horário de atendimento à população socialmente vulnerável. O serviço está localizado na Rua José Cruz Ferreira Jorge, 32, na Vila Industrial, e funciona, agora, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h. Antes da mudança, o horário de atendimento era até 17h. 

CAMPINAS AQUECE 

Na última quarta-feira (18) a cidade realizou a distribuição de cobertores na ocupação Santa Rita, localizada na região noroeste de Campinas, e na Vila Paula, na região norte. Ao todo, foram distribuídos 500 cobertores, sendo 200 na ocupação Santa Rita e 300 na Vila Paula. 

A ação, chamada de "Operação Campinas Aquece", tem provisão de 1,5 mil cobertores e será realizada em outras regiões da cidade, com o apoio da Coordenadoria Setorial de Proteção Social Básica. 

CAMPANHA DO AGASALHO 

Na semana passada, a Prefeitura também lançou a Campanha do Agasalho 2022, com mais de cem pontos de coleta. 

Este ano, o slogan da campanha é "Inverno Mais Quente com a Ajuda da Gente". O propósito é a distribuição de roupas de inverno e cobertores à população socialmente vulnerável. Segundo a Administração a campanha irá até o dia 30 de julho, podendo ser prorrogada em caso de necessidade.

Publicidade