Aguarde...

cotidiano

Campinas tem alta de 18% nos sepultamentos em junho

A Prefeitura informou que o mês de junho apresentou o maior número de sepultamentos durante a pandemia

| ACidadeON Campinas

Sepultamentos por covid tem série de cuidados. (Foto: Código 19)

A Prefeitura de Campinas informou na manhã desta sexta-feira (26) que o mês de junho apresentou, pela primeira vez, o maior número de sepultamentos durante a pandemia do coronavírus. Segundo o levantamento feito pela Setec (Serviço Técnicos Gerais), foram 557 pessoas sepultadas no período de 1º até 25 de junho. No mesmo período do ano passado foram 473 - um aumento de 18%, atribuído aos casos de coronavírus.  

Das 277 mortes pelo novo coronavírus confirmados até esta sexta em Campinas, 204 ocorreram em junho.

"Fica confirmado o que vemos nos números que é reflexo da questão da covid. Pela primeira vez tivemos que interferir nos sepultamentos em Campinas, já que nosso serviço funerário esta sobrecarregado. Por isso, tivemos que aportar dinheiro na Setec. Porque o sepultamento pela covid é mais caro que o normal. Não fizemos a transferência dos custos para as famílias que perderam seus entes. A Prefeitura esta suprindo esses gastos a mais pelos cuidados do sepultamento", afirmou Jonas durante live pelas redes sociais onde ele destacou também os novos números pela doença na cidade.  
 
LEIA TAMBÉM 
Comércio de Campinas continua fechado até o dia 5 de julho
Seis CSs abrem aos finais de semana para casos suspeitos de covid
Covid-19: Campinas tem mais seis mortes; casos passam de 7 mil


Os gastos da Setec, segundo o prefeito, aumentaram em R$ 400 mil neste ano. No ano passado, foram gastos R$ 6,4 milhões e, em 2019, o valor já está em R$ 6,8 milhões. 
 
MORTES EM JUNHO 

Campinas chegou hoje a 277 vítimas fatais da doença e está com 7.027 casos confirmados. Desse total de mortes, 204 ocorreram no mês de junho. Ou seja, 73% do total de mortes desde o início da pandemia.

Mais do ACidade ON