Aguarde...

cotidiano

Campinas tem mais sete óbitos de covid e 54.633 casos confirmados

Boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (13) informa ainda que 13 mortes seguem sob investigação

| ACidadeON Campinas

Boletim epidemiológico de covid-19 foi divulgado pela Administração (Foto: Karen Fontes/Código19) 

A Prefeitura de Campinas confirmou nesta quarta-feira (13) mais sete óbitos em decorrência do novo coronavírus e a cidade chegou a 54.633 casos confirmados (571 a mais). Agora, a cidade tem 1.536 mortes pela covid-19 desde março de 2020.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado hoje, há ainda 599 casos sob investigação (mesmo número de ontem) e 13 mortes também seguem aguardando exames para confirmar ou não o diagnóstico de covid.

Em relação aos casos descartados, o município tem 137.644 (1.513 a mais) e 52.404 moradores de Campinas são considerados curados da doença. Há também 229 pessoas internadas em hospitais públicos e privados com sintomas graves de coronavírus (1 a menos).

Em isolamento domiciliar são 404 pessoas (224 a menos). Sobre as mortes anunciadas hoje, as vítimas eram duas mulheres e cinco homens, sendo que quatro tinham doenças anteriores.

A maioria (6) tinham mais de 60 anos, sendo que três estavam na faixa etária de 80 a 89 anos.

AS VÍTIMAS

- Homem de 80 anos. Não tinha comorbidades. Morreu dia 10 de janeiro em hospital privado. O exame foi em hospital privado.

- Homem de 57 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 11 de janeiro em hospital público. O exame foi no laboratório do Onstituto Adolfo Lutz.

- Mulher de 80 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 3 de janeiro em hospital privado. O exame foi em hospital privado.

- Mulher de 80 anos. Tinha comorbidades. morreu dia 10 de janeiro em hospital público. O exame foi no laboratório do Onstituto Adolfo Lutz.

- Homem de 79 anos. Não tinha comorbidades. Morreu dia 10 de janeiro em hospital público. O exame foi no laboratório do Onstituto Adolfo Lutz.

- Homem de 77 anos. Tinha comorbidades. morreu dia 4 de janeiro em hospital público. O exame foi no laboratório do Onstituto Adolfo Lutz.

- Homem de 61 anos. Não tinha comorbidades. Morreu dia 12 de janeiro em hospital público. O exame foi no laboratório do Onstituto Adolfo Lutz.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON