Aguarde...

ACidadeON Campinas

docon

Jonas "passa o chapéu" para deputados por verbas na Saúde

Prefeito recorre a parlamentares mais bem votados em Campinas para tentar trazer recursos para a área da Saúde em Campinas

| ACidadeON Campinas

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB) (Foto: Divulgação) 

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), pediu aos 20 deputados federais e 20 estaduais mais votados na cidade uma ajuda em emendas parlamentares para a Saúde no município. Os recursos devem ser carimbados no orçamento no final do ano.

Em troca, o chefe do Executivo prometeu um evento público para reafirmar o compromisso dos deputados com a cidade que ajudou a elegê-los. Campinas é o segundo maior colégio eleitoral do Estado de São Paulo.

"Eu encaminhei esse ofício, estive em Brasília e solicitei de R$ 500 mil a R$ 1 milhão para os deputados que foram mais bem votados na cidade. A articulação também está acontecendo com os deputados estaduais. Os recursos serão destinados para a Rede Mário Gatti e Secretaria de Saúde. Essa verba hoje é muito importante para a cidade", afirmou.

As emendas impositivas devem ser usadas na Saúde. Cada deputado federal, por exemplo, terá nas mãos R$ 10 milhões para aplicar no setor que hoje vive um colapso, com falta de estrutura, médicos, exames e remédios.

Campinas tem este ano, até o momento, segundo dados do sistema Siga Brasil, R$ 3,7 milhões já autorizados em emendas dos deputados federais no orçamento da União.

Deste total, R$ 1 milhão já foi pago. Se o pedido de Jonas for aceito pelos parlamentares, a cidade poderá contar no ano que vem com um incremento de até R$ 40 milhões na Saúde.

VOTOS

Os deputados mais bem votados na cidade na eleição do ano passado não possuem uma relação tão estreita com o município, mas cresceram durante a campanha e acabaram levando grande parte dos votos.

Para se ter uma ideia, o deputado federal mais bem votado na cidade foi Eduardo Bolsonaro (PSL), que recebeu o apoio de 65.923 eleitores. Joice Hasselmann (PSL) ficou em segundo lugar, com 43.379 votos, seguida por Carlos Sampaio (PSDB), com 38.539.

Já entre os estaduais, Janaina Paschoal (PLS) foi a que mais recebeu votos, 92.199, seguida por Rafa Zimbaldi (PSB), 48.699, e Artur do Val - o Mamãe Falei (DEM), com 16.258.

"Acho que além do trabalho nas redes sociais, os parlamentares agora devem também auxiliar as cidades onde tiveram expressiva votação. Também destaquei que a rede de Saúde de Campinas atende pacientes de diversas cidades da região", afirmou Jonas.

EMENDAS

Hoje, as emendas são essenciais para as cidades. Municípios com bons orçamentos até pouco tempo negligenciavam as verbas destinadas aos mais diversos fins, desde construção de praças até uma ajuda para erguer um posto de saúde.

Com a crise econômica e com os municípios afundados em dívidas, esses recursos passaram a ser extremamente disputados.

COMO FUNCIONA

As emendas parlamentares são recursos previstos no Orçamento da União. O dinheiro e a destinação são indicadas por deputados e senadores e precisa ser utilizado em em projetos de cidades e do Estado.

As emendas que hoje salvam os municípios também servem para que os deputados eleitos possam se projetar politicamente e como moeda de troca em votações importantes, como aconteceu recentemente na votação da Previdência. O dinheiro é liberado para garantir o apoio.

EMENDAS "LOCAIS"

No passado, a Câmara de Campinas chegou a cogitar implantar o mesmo sistema, ou seja, ter à disposição uma fatia do orçamento para destinar em seus redutos eleitorais.

O projeto, no entanto, não vingou. Hoje, eles dependem da boa relação com a Prefeitura para conseguir realizar pequenas obras, como tapa-buracos, iluminação e lombadas. O presidente Marcos Bernardelli (PSDB), no entanto, ao ser eleito presidente, chegou a mencionar o resgate desta proposta.

Neste caso, não é a Prefeitura que recebe verba extra e, sim, os vereadores.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON