Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Esportes

Diretor do Guarani comenta futuro do time em 2018

O executivo de futebol, Luciano Dias, concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira

| ACidadeON/Campinas

O executivo de futebol concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (Foto: Divulgação) 

Diante das constantes mudanças que vem ocorrendo no elenco do Guarani, o executivo de futebol Luciano Dias concedeu entrevista coletiva para esclarecer as movimentações do Bugre no mercado. Luciano comentou sobre as situações de Bruno Brígido, Bruno Nazário e possíveis contratações.

"O Guarani sempre fez um grande esforço para continuar com o Bruno Nazário. É um jogador de extrema importância e tem nos ajudado muito, mas sabemos que é um atleta com mercado. O contrato encerra no final do mês e estamos tentando. Há muitas sondagens, mas não vamos desistir. Enquanto tiver possibilidade, vamos trabalhar para acontecer", explicou.

Luciano negou qualquer sondagem em relação ao meia Rondinelly e afirmou que o atleta resgatou o bom futebol e, por isso, é normal que desperte interesse de outros clubes.

"Rondinelly não existe nada. Converso diariamente com eles. A gente sabe que alguns atletas estão em momento bom, como é o caso do Rondinelly, que retomou um patamar alto em sua carreira. Começou com dificuldades, depois retomou e está começando a resgatar seu futebol. Isso chama atenção do mercado. Continua conosco, estava em processo de recuperação de uma pubalgia. Está voltando hoje e acredito que se coloque a disposição para a próxima partida", disse.

Por fim, o executivo comentou sobre possíveis reposições.

"O mercado está aberto e você procura encontrar jogadores do perfil que precisa e se encaixe nessas condições. O Ricardinho jogou a Série B no ano passado, mas não foi grande destaque e aqui está correspondendo. O Rondinelly era uma aposta que não estava dando continuidade nos últimos anos. Vamos buscando jogadores com perfil ideal dentro das nossas condições. Futebol é oportunidade. Às vezes, todo mundo quer mais do mesmo, mas se pinçar e escolher bem, sempre é possível achar grandes surpresas e jogadores com potencial", finalizou.

Veja também