Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Política

Prefeitura de Campinas prevê gastar R$ 1,2 mi com viagens

No ano passado, contribuinte bancou diárias em hotéis de luxo para o prefeito e servidores; Cancun e Boston estão entre os destinos

| ACidadeON Campinas

No ano passado, a população de Campinas bancou 145 viagens (Foto: Divulgação/PMC) 

A Prefeitura de Campinas estima gastar este ano com viagens nacionais e internacionais ao menos R$ 1,2 milhão. A renovação do contrato com a empresa Marfly Viagens e Turismo foi publicada na segunda-feira (08) no Diário Oficial.

No ano passado, a população de Campinas bancou 145 viagens de integrantes do governo que incluíram destinos turísticos, como Salvador, Estados Unidos, Fortaleza e até Cancun.

O prefeito Jonas Donizette (PSB) também teve uma longa agenda de viagens com hospedagens custeadas em hotéis de luxo, localizados em regiões nobres de São Paulo e em Brasília.

No dia 6 de fevereiro do ano passado, por exemplo, Jonas esteve em São Paulo e se hospedou no Porto Bay. Pagou pela diária R$ 986,76. O local conta com piscina, spa e está localizado na Alameda Campinas, no Jardim Paulista.

No dia 21, o prefeito se hospedeu no Radisson Blu. Pagou pela diária R$ 711. O hotel está localizado na Cidade Jardim. Na justificativa de todas as viagens de Jonas consta: "Tratar de interesse da municipalidade", mas no Portal da Transparência da Prefeitura não há detalhes sobre o que o prefeito foi fazer em São Paulo ou em Brasília, diversas vezes, ao longo do ano.

Jonas preside a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). Vários secretários também tiveram seus gastos com viagens bancados pela prefeitura para participar de agendas da FNP. Em praticamente todas as viagens, Jonas foi acompanhado de seu assessor César Alexandre dos Santos, que também teve o custo das passagens e hospedagens bancados pelos cofres públicos.

SERVIDORES

O servidores também fizeram inúmeras viagens para participar de congressos e seminários nos mais diferentes locais. A arquiteta Daniella Farias Scarasstti teve sua viagem de quatro dias para Cancun, no México, bancada pela Prefeitura para participar de um simpósio. O custo declarado foi de R$ 3.053,86.

A coordenadora da Secretaria de Habitação, Tais Herig, esteve em Salvador em janeiro do ano passado para fazer uma visita à Prefeitura e conhecer o programa de reformas. O governo bancou a viagem que somou R$ 1.757,23.

A secretária de Assistência Social, Eliane Jocelaine Pereira, foi a Boston para participar de um curso em Harvard. As despesas somaram R$ 3.075,44. Não há detalhamento sobre quais foram os gastos.

OUTRO LADO


Em nota, a Prefeitura de Campinas informou que o contrato "inclui a prestação de serviços de intermediação da compra de passagens aéreas, abrangendo emissão, alteração e cancelamento de bilhetes (nacionais e internacionais), e reserva de hospedagem em hotéis no Brasil e no Exterior".

"A estimativa do valor anual é feita a partir da demanda das secretarias municipais. O valor, inclusive, consta do planejamento de cada secretaria. A Secretaria de Administração consolida esses valores e realiza a gestão do contrato", informa.

Ainda segundo o governo, para a viagem do prefeito Jonas Donizette é aberta uma solicitação de compra para realização de orçamentos de hospedagem. As opções são repassadas para o Gabinete do prefeito, que define o tipo de reserva de acordo com a demanda da viagem.

Com relação à despesa do servidor Vinícius Riverete, a Prefeitura informa que o valor de R$ 1.573 refere-se exclusivamente ao pagamento da passagem aérea de ida para o Rio de Janeiro (7/05/2018) e volta (9/05/2018). "A diferença dos valores das passagens aéreas comparativamente a de outros representantes da PMC deve-se às oscilações dos preços dos bilhetes das companhias aéreas com relação ao dia e horário de viagem e ao momento em que foi emitida a passagem."

Em relação à servidora Daniella Farias Scarassatti, a Prefeitura informa que ela viajou a Cancun, no México, para participar do Simpósio e Assembleia do Comitê Permanente de Cadastro na Ibero América. "O convite à servidora foi feito pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em razão de sua atuação e participação, há cinco anos consecutivos, dando suporte técnico ao Comitê na realização de capacitação, atividades e organização de eventos. A Prefeitura de Campinas é o único município brasileiro que é membro do Comitê Permanente de Cadastro na Ibero América (CPCI)", diz a nota.

"Na ocasião, divulgando internacionalmente o trabalho do município, a servidora apresentou a experiência de Campinas em gestão de cadastro, principalmente sua política pública de desenvolvimento da área rural, a ser apoiada pelo Incra por meio do Acordo de Cooperação Técnica previsto para ser assinado ainda este ano."

O governo finaliza informando que o projeto Rural Inteligente, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo, foi um dos destacados pela servidora na apresentação. "Durante o evento, Daniella também elencou as soluções de governo realizadas pela Informática Municípios Associados (IMA). A servidora mostrou também como o município de Campinas está aberto a colaborar e receber contribuições de outros países para o melhor desenvolvimento rural."