Aguarde...

Política

Depois de furto, vereadora de Nova Odessa renuncia ao cargo

Carol Moura (Podemos) renunciou ao mandato em sessão extraordinária da Câmara neste sábado (27); ela foi acusada de furtar roupas de um shopping em março

| ACidadeON Campinas

A vereadora Carol Moura (Podemos) renunciou ao mandato neste sábado (27) (Foto: Reprodução/Facebook) 

Após ser acusada de furto de roupas avaliadas em R$ 925 da Zara, em um shopping de Campinas, em março, a vereadora de Nova Odessa Carol Moura (Podemos) renunciou ao seu mandato na Câmara na tarde deste sábado (27), em sessão extraordinária on-line do Legislativo.

Na reunião, os vereadores votariam o pedido de cassação da parlamentar por quebra de decoro, pelo crime que teria cometido em março de 2019. Na época, ela era secretária de Desenvolvimento Econômico do município e chegou a passar uma noite na prisão.

Hoje, um pouco antes da leitura do relatório elaborado pela CP (Comissão Processante), com parecer favorável à cassação da vereadora, Carol protocolou a solicitação de renúncia. Ela alegou motivo "estritamente pessoal" para abrir mão do mandato.

"Eu não admito ser julgada por pessoas que não têm estrutura moral para me julgar. Eu renuncio porquê, na verdade, ser julgada, ou ser absolvida, ou ser condenada por vocês não significa nada. Além dos seus assuntos pessoais políticos", disse a vereadora em live.

Com a saída dela, a cadeira deixada pela parlamentar será preenchida pelo suplente Wladiney Pereira Brigida, o Polaco (PL). O vereador de 41 anos exerceu a função na Câmara de Nova Odessa por duas vezes, entre 2017 e 2018, por ser o primeiro suplente da coligação PRB, PDT, PT, PTB, PV, Podemos e SD.

Mais do ACidade ON