ACidadeON

Cotidiano

Volume de água armazenado no sistema Cantareira cai para 42,9%

Cantareira volume

| Estadao Conteudo

O nível do Sistema Cantareira, principal área de abastecimento da Grande São Paulo, atingiu 42,9% da capacidade total, conforme balanço da Companhia de Saneamento de São Paulo (Sabesp). Esse porcentual desconsidera a reserva técnica, conhecida como volume morto, que só pode ser retirada com bombeamento em situações excepcionais.

A quantidade é 0,8 ponto porcentual menor que a observada no dia 1º do mês, de 43,7%, e ainda inferior à marca de 66,1% registrada em 7 de julho de 2017.

Nas últimas 24 horas, choveu no Cantareira 0,1 mm. Com isso, o acumulado no mês alcançou somente 0,6 mm, ficando abaixo da média histórica do mês, de 48,7 mm.

Quanto aos demais reservatórios da Grande São Paulo, houve queda no volume no confronto com o mesmo período de 2017.

O índice armazenado de água no Sistema Guarapiranga ficou em 69,4% em relação a 82,1% visto há um ano. O Alto Tietê alcançou 55,7%, ante 58,9% no dia 7 de julho do ano passado. Na mesma base de comparação, o Sistema Alto Cotia ficou em 66,9% após 99,5%, enquanto no Rio Grande e no Rio Claro o nível ficaram em 77,6% (de 87,7%) e 81,0% (de 101,9%), respectivamente. No Alto Cotia ficou em 66,9% depois de 99,5%.

Veja também