Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Pedreira aprova projeto para dificultar construção de barragem

Sessão foi na noite desta quinta-feira (7); população pôde acompanhar reunião por meio de um telão

| ACidadeON Campinas

Sessão foi na noite desta quinta-feira (7). (Foto: Jonatan Morel/EPTV) 

A Câmara dos Vereadores de Pedreira aprovou na noite desta quinta-feira (7), por unanimidade, a segunda votação do projeto de lei que dificulta as construções de barragens na cidade. A sessão estava lotada e os moradores também puderam acompanhar a reunião do lado de fora por meio de um telão.

A medida ocorre após a construção ser alvo de polêmica entre população e poderes Legislativo e Executivo. No dia 5 de fevereiro, a Prefeitura da cidade publicou um decreto que embarga as obras de construção da barragem da cidade.  

LEIA MAIS  
Pedreira decreta embargo de construção de barragem  
Após Brumadinho, Pedreira quer impedir construção de barragem

Essa preocupação com o reservatório em construção começou após a obra ser classificada pelo governo federal como de "dano potencial alto" para quem mora nas áreas próximas ao local.

Aprovada, agora a proposta veta a implantação de estruturas com capacidade de armazenamento superior a 3 milhões de metros cúbicos. A previsão inicial era de que o reservatório teria capacidade para 31,9 milhões de m³ de água, volume dez vezes maior.  



O QUE É O PROJETO

O projeto da barragem de Pedreira é do Governo Estadual e o investimento previsto é de R$ 550 mil, junto com a barragem de Duas Pontes.

Se construído, o reservatório de Pedreira ocupará uma área de 4,3 km2 nos municípios de Pedreira e Campinas, com capacidade para acumular 31,9 milhões de metros cúbicos de água, e disponibilizará uma vazão de 8,5 mil litros de água por segundo.  

(Com reportagem de Jonatan Morel, da EPTV Campinas)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON