Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Baep prende três suspeitos no roubo a Viracopos

Homens foram presos com pistola, metralhadora, R$ 14 mil e drogas; um deles está baleado, mas todos negam envolvimento no assalto à Viracopos

| ACidadeON Campinas

Operação do Baep em condomínio do Parque Jambeiro (Foto: Luciano Claudino/Código19)

O Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), da PM, prendeu três suspeitos no começo da noite desta segunda-feira (21) em um condomínio de prédios residenciais no Parque Jambeiro, em Campinas. Os homens são suspeitos de estarem envolvidos no assalto a um carro forte da Brink's no Aeroporto Internacional de Viracopos, na última quinta-feira (17).

O Baep informou que os homens foram presos com uma pistola, uma metralhadora, R$ 14 mil em dinheiro e drogas. O condomínio fica no final da Avenida Washington Luís. Os policiais ainda abordaram moradores que chegavam de carro no condomínio. A Polícia Federal também foi ao local.

De acordo com o capitão Raphael Ribeiro, os homens foram denunciados por estarem envolvidos no roubo a Viracopos. Eles estavam reunidos na sala de um apartamento quando o Baep chegou. Eles negam envolvimento no assalto, mas os depoimentos são distoantes, de acordo com o policial.

Além disso, um dos homens está com ferimento a bala, por disparo de arma de fogo houve troca de tiros entre o bando e seguranças da Brink's e, posteriormente, com oficiais da PM. Segundo Ribeiro, eles também não souberam explicar quem é o dono da casa, desde quando eles estão no local e o motivo de estarem ali.    
 
"Chamou a atenção nossa porque constatamos que nos cômodos havia câmeras controladas remotamente. Isso mostra um certo planejamento e eles não sabem também explicar o motivo das câmeras", disse Ribeiro. Os três têm passagem pela polícia e a mulher de um deles moraria no condomínio.

LEIA MAIS
Viracopos: mulher feita refém tem melhora no hospital
PM muda versão e confirma que mulher foi baleada
 


O ASSALTO

O assalto ao aeroporto causou pânico em Viracopos, atrasou voos, além de ser seguido de uma situação de refém, com uma mulher com sua filha de 10 meses que ficaram sob o poder de um homem por cerca de duas horas. O homem, Luciano Santos Barros, foi morto por um sniper da PM, o atirador de elite da polícia, e a mulher também foi baleada.

Em Viracopos, a polícia diz que ao menos 20 homens participaram da ação ousada, que teve troca de tiros no Terminal de Cargas. Ao todo, três criminosos foram mortos durante toda a ação.

Além disso, três vigilantes foram feridos em Viracopos e e encaminhados no Hospital Municipal Doutor Mário Gatti. Um deles permanece internado. Um major da PM também foi baleado pelos criminosos e recebeu atendimento no Hospital Ouro Verde. Parte da carga da Brink's, alvo do assalto, foi levada pelos criminosos, mas ela foi recuperada totalmente, segundo a empresa.  



INVESTIGAÇÃO

A Polícia Federal, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e grupos especiais investigam assalto. A intenção é entender e descobrir os detalhes desse mega assalto. A PF informou que o inquérito está sob sigilo e por enquanto nada mais será divulgado.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON