Publicidade

cotidiano

PS Metropolitano começa a funcionar em Campinas

Pronto Socorro deve atender pacientes de Campinas, Hortolândia e Sumaré, com com capacidade para 20 mil atendimento por mês

| ACidadeON Campinas -

O PS Metropolitano de Campinas (Foto: Luciano Claudino/Código19)
Começou a funcionar nesta terça-feira (3) em Campinas o PS (Pronto Socorro) Metropolitano, nova unidade de saúde que fica na Vila Padre Anchieta, distrito de Nova Aparecida, região que faz divisa com as cidades de Hortolândia e Sumaré. O objetivo da unidade atender pacientes de Campinas e também da região. 

A unidade vem de uma demanda antiga da população. Em 2013 já havia um projeto de construção, mas, por problemas técnicos, segundo a Prefeitura, precisou ser refeito, sendo que a obra foi finalmente iniciada em 2018. 

Com a inauguração, o PS substitui a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Anchieta, que segundo a Prefeitura agora deve sofrer uma mudança, sendo anexada ao Centro de Saúde do bairro. 

De acordo com a secretaria de Saúde, até então a UPA Anchieta continha apenas 11 leitos, enquanto na nova unidade serão ofertados 26 leitos, com a capacidade total para 20 mil atendimento por mês. Com a mudança, os profissionais que trabalhavam na UPA agora serão transferidos para o novo Pronto Socorro. 

"A unidade do Padre Anchieta era muito pequena, não conseguimos melhorar, fizemos duas grandes reformas, mas essa UPA não será abandonada, vai funcionar no sistema único de saúde", afirmou o secretário de Saúde de Campinas, Carmino de Souza, que classificou a inauguração como uma conquista para a cidade. 

"É uma unidade enorme, terá sala vermelha que a ambulância praticamente entra no hospital, andar pediátrico, adulto, área de 6 mil metros quadrados, é uma conquista enorme pra cidade e pra saúde", acrescentou, citando que obra foi possível devido a uma parceria com o Ministério da Saúde.  

PANDEMIA

No começo da pandemia, a Prefeitura sinalizou a inauguração da unidade para atender casos de covid-19, no entanto, isso não aconteceu. 

Ao todo, o investimento no local foi de cerca de R$ 7,5 milhões, e a unidade vai contar com atendimento adulto e infantil, atendendo todos os dias da semana, 24 horas por dia.   

Segundo a Prefeitura, o PS foi construído no limite das três cidades, para continuar atendendo as demandas emergenciais da região. De acordo com a Saúde, os atendimentos de pacientes destas cidades respondia a 40% dos atendimentos do PA Anchieta.

Serão disponibilizados 145 funcionários, entre equipes médicas, de enfermagem, além de técnicos e profissionais de administração, manutenção e higiene. 


Mais notícias


Publicidade