Aguarde...

cotidiano

Segurança impede mulher de gravar situação em UPA de Campinas

Mãe de mulher foi internada na UPA São José na noite de ontem; ela aguardava por um médico para ser atualizada da situação

| ACidadeON Campinas

Caso foi na manhã desta terça-feira, na UPA São José, em Campinas

Uma mulher alega ter sido agredida, na manhã desta terça-feira (24), por um segurança da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) São José, em Campinas. Ela filmou a situação depois de não ter notícias da mãe que está internada no local. 

Na noite de ontem (23), a mulher levou a mãe ao posto após ela passar mal. A senhora de 73 anos foi internada por suspeita de infarto.

Hoje cedo, a mulher voltou a unidade para visitar a mãe e foi atendida por um segurança que disse que um médico a atualizaria da situação.

Depois de esperar 40 minutos sem resposta, ela questionou o segurança novamente que, desta vez, disse que informações sobre a paciente seriam dadas por telefone.

Após essa resposta, a mulher passou a filmar a situação. No vídeo ela diz que está desde às 8h desta manhã aguardando para falar com um médico conforme lhe foi solicitado. 

O segurança então questiona se ela está filmando, a mulher responde que sim e o funcionário tenta impedir as filmagens. Neste momento, as imagens mostram o que parece ser um tapa no aparelho.

Dá se início uma confusão e, aos gritos, a mulher diz que tem o direito de filmar o local. Veja o vídeo abaixo:



OUTRO LADO

Procurada, a Prefeitura de Campinas disse que irá investigar a situação, mas já adianta que a orientação aos funcionários dos centros de saúde é de sempre tratar os pacientes com o máximo de respeito.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON