Aguarde...

cotidiano

Manifestação contra a fase vermelha fecha ruas do Centro de Campinas

Ato começou de manhã, com motoboys e entregadores, e à tarde continuou com comerciantes

| ACidadeON Campinas

Manifestação ocorreu nesta sexta-feira (Foto: Karen Fontes/Código19) 

A manifestação de motoristas de aplicativo, entregadores e comerciantes, que começou pela manhã desta sexta-feira (5) em Campinas, chegou a fechar algumas ruas do Centro na parte da tarde novamente.

A manifestação foi contra os aumentos nos preços do combustíveis e contra a fase vermelha do Plano São Paulo - que começa a valer a partir de amanhã (6) em todo o Estado de São Paulo.

Com carreata e buzinaços, motoboys saíram da Torre do Castelo, no Jardim Chapadão, e percorreram as principais avenidas de Campinas. A manifestação começou às 10h e, por volta do meio-dia, e encerrou no final da tarde, com caminhada pelo Centro.

Os motoristas passaram por avenidas como a Prestes Maia e Campos Sales, e o grupo acabou se dispersando, sendo que por volta das 11h50 um grupo seguia para a Rodovia Santos Dumont (SP-075), enquanto outro seguia pela Anhanguera (SP-330). 
 
NÚMEROS 
 
Com o balanço de hoje, Campinas chegou a 71.393 casos da doença e o total de 1.927 mortes pela covid-19 desde o início da pandemia.

A cidade conta com 314 leitos de UTI-Covid nas redes pública e particular. Deste total, 291 estão ocupados, o que corresponde a 92,68%. Há 23 leitos livres somando as redes pública e particular. 



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON