Publicidade

cotidiano

Bombeiros buscam ocupantes de avião que saiu de Campinas e caiu no mar

Avião caiu na noite de quinta-feira (24) após sair do Aeroporto dos Amarais, em Campinas; veja vídeo de buscas

| ACidadeON Campinas -

Buscas estão sendo feitas nesta quinta-feira (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)
 

O Corpo de Bombeiros do estado de São Paulo, em conjunto com a Marinha e a Capitania dos Portos, está realizando as buscas de três pessoas que estavam em avião bimotor que caiu em mar aberto entre as cidades de Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, e Paraty, no litoral do Rio de Janeiro (veja vídeo abaixo).

O voo saiu às 20h30 do Aeroporto dos Amarais, em Campinas, e pousaria no Aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Na aeronave estavam três pessoas, entre elas o copiloto identificado como José Porfírio de Brito Júnior, de 20 anos.

Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o registro oficial do avião bimotor está em nome do copiloto e não tinha autorização pra fazer taxi aéreo. Apesar disso, o avião estava em situação normal, com autorização para realizar voos noturnos. A família também alugou um barco para fazer as buscas na manhã desta quinta-feira.

A mãe do copiloto, identificada como Ana, em vídeo divulgado nas redes sociais, afirmou que recebeu informações desencontradas durante a madrugada sobre a queda do avião. O bimotor teria caído por volta de 21h. 

LEIA TAMBÉM 
Vídeo: mãe de copiloto de avião que caiu diz que recebeu informações desencontradas  
Avião que saiu de Campinas com 3 a bordo cai no mar em Ubatuba 
 



DESTROÇOS

No início da manhã, a FAB (Força Aérea Brasileira) localizou destroços que podem ser do avião, incluindo uma poltrona que foi retirada do mar. 

O Corpo de Bombeiros de São Paulo informou que recebeu o chamado do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro à 1h20 informando sobre a queda da aeronave e, em seguida, de parentes do piloto que relataram problemas com o avião.

Além do copiloto, estavam no avião mais um tripulante e um passageiro. A identidade dessas outras duas pessoas ainda não foram confirmadas por fontes oficiais

Mais notícias


Publicidade