Publicidade

cotidiano

Em Campinas, ministro prevê cessão do Pátio Ferroviário até abril

Prefeito Dário Saadi apresentou projeto de revitalização ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas

| ACidadeON Campinas -

Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o prefeito de Campinas, Dário Saadi (Foto: Luciano Claudino/Código 19)
 

Em visita a Campinas na tarde desta quinta-feira (27), o ministro da Infraestrutura, Tarcício Gomes de Freitas, previu ceder ao município até abril uma área conhecida como Pátio Ferroviário, na Vila Industrial.

A afirmação foi feita após o prefeito da cidade, Dário Saadi (Republicanos), apresentar a ele o projeto de revitalização do local, que inclui a alienação de 47 mil quadrados e o repasse de prédios à iniciativa privada.


"A gente vai encaminhar a parte administrativa, a cessão para a Prefeitura e deixar o terreno pronto para a alienação de forma rápida. Talvez em março, ou abril vamos concluir", detalhou o ministro.

O terreno pertence à SPU (Secretaria do Patrimônio da União), tem uma série de construções com potencial de uso e atualmente está cedido à Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas).

O PROJETO

O plano de Campinas que foi apresentado ao ministro inclui a alienação de uma área de 47 mil metros quadrados e o repasse da outorga onerosa para que a iniciativa privada possa ocupar os prédios.

A intenção, segundo o prefeito, é que o recurso advindo dessa utilização seja dividido entre o município e o Governo Federal. Com isso, o complexo ferroviário poderia ser totalmente revitalizado.


Além disso, conforme Dário, todas as áreas operacionais da companhia ferroviária Rumo, do futuro Trem Intercidades, da Estação Cultura, do futuro shopping popular e do Ceprocamp estão fora desse projeto.

"Fazer a venda vai ser importante para o futuro, porque as áreas que não tiverem interesse para a cessão onerosa vão precisar ser restauradas. Vamos colocar como contrapartida essas obras", explicou.  

LEIA MAIS
Campinas Decor vai recuperar prédio do Pátio Ferroviário no Centro

ENCAMINHAMENTO

Ao lado de Dário, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, demonstrou apoio ao projeto e disse que a proposta é vantajosa e viável, porque as áreas operacionais serão preservadas.

"Há um potencial enorme de utilização e de geração de negócios e empregos nesse prédios que serão revitalizados. Vai haver total adesão do ministério e a dedicação vai ser integral a esse projeto", opinou.

Mais notícias


Publicidade