Aguarde...

cotidiano

Campinas tem mais 14 mortes por covid-19; total chega a 291

Dados de casos confirmados e pessoas recuperadas não foram divulgados neste sábado (27) por problemas no sistema, segundo Prefeitura de Campinas

| ACidadeON Campinas

 

Apesar do comércio ter sido fechado nesta semana em Campinas, muitas pessoas foram ao calçadão (Foto: Código19)

Campinas confirmou neste sábado (27) mais 14 óbitos do novo coronavírus, segundo balanço epidemiológico da Prefeitura de Campinas. O número total de mortes chegou a 291 desde março na cidade. O novo balanço, no entanto, não trouxe informações sobre o número de casos confirmados, descartados e pessoas recuperadas.

A justificativa, de acordo com a Administração, é que houve problemas no sistema e-SUS, do Ministério da Saúde. Por isso, a divulgação dos dados hoje do coronavírus foi feita de forma parcial pela Secretaria de Saúde. Ainda segundo a Prefeitura, assim que o sistema for normalizado, os dados serão atualizados.

Em relação às novas confirmações de mortes, são sete homens e sete mulheres, sendo que 13 dessas 14 pessoas tinham doenças prévias. Sete tinham entre 70 e 79 anos; quatro eram maiores de 80 anos; dois tinham entre 60 e 69 anos; e um estava na faixa etária de 40 a 50 anos (veja detalhes abaixo).

Há ainda na cidade 555 pessoas sendo investigadas para confirmar o diagnóstico de covid-19 (18 a mais que ontem) e há mais dois óbitos em investigação também (agora são 26 no total). Entre as pessoas internadas com covid-19, o número subiu para 353 (12 a mais).

LEIA TAMBÉM 
Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até 24 de julho
Paulínia confirma 12º óbito por covid-19 e casos chegam a 644
IAC comemora 133 anos enfrentando desafios da covid-19
Covid-19: Campinas tem 6 mortes e 1,4 mil casos em profissionais da saúde

AS VÍTIMAS

Mulher, de 86 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Mulher, de 76 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Mulher, de 77 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Homem, de 71 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de junho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

Mulher, de 96 anos, que tinha outras doenças. morreu no dia 26 de junho em hospital privado. o exame foi feito em laboratório privado.

Homem, de 79 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Homem, de 64 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Mulher, de 89 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de maio em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Homem, de 60 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 09 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Homem, de 72 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de junho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

Homem, de 79 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Mulher, de 84 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 18 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Mulher, de 70 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 20 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Homem, de 43 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 25 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

Mais do ACidade ON